Tags: Obrigações | Ações |

Fundos mobiliários detêm 329 milhões de euros em acções nacionais


Os fundos de investimento mobiliários (FIM) detinham nas carteiras 329 milhões de euros em acções nacionais, um valor que representa um subida de 4,11% face ao montante de Novembro (316 milhões), mas um decréscimo de 8,1% relativamente ao 358 milhões no mesmo mês de 2011.

Do total de Dezembro, 220.137.474 euros estão aplicados nas cotadas em que detêm maior percentagem de capital, e que correspondem a um número de acções de cerca de 154 milhões, de acordo com o relatório mensal divulgado pela APFIPP.

A empresa na qual os fundos mobiliários detêm maior número de acções é no BES, 60.424.399, correspondentes a uma valor de 54 milhões de euros e a uma percentagem no capital do banco de 1,5%.

Já a cotada na qual os FIM têm maior valor investido é o Espírito Santo Financial Group (ESFG), um total de 64.711.104 euros no final de Dezembro, correspondentes a quase 12,3 milhões de acções e a uma percentagem de capital de 6,35%, a terceira mais elevada e em crescimento face aos valores de Novembro.

Os dados mensais da APFIPP mostram ainda que a Novabase continua a ser a cotada portuguesa onde os fundos mobiliários detêm maior posição no capital; no final de 2012 ascendia a 9,07%, o que compara com 8,57% em Novembro. O número de acções detidas situava-se em 2,85 milhões, a que corresponde um valor de 6.547.668 euros, segundo o relatório mensal dos FIM, de Dezembro de 2012, divulgado pela APFIPP.

O Mais Lido

Próximos eventos