Fundos internacionais em destaque nas subscrições líquidas, mas PPR continuam a liderar


O ano de 2020 não está a ser o melhor em termos de subscrições líquidas, conforme dão conta dados recentemente divulgados pela APFIPP. No período entre o início do ano e o fim de abril, das 21 categorias de fundos de investimento mobiliário contempladas pela entidade, apenas cinco registaram fluxos positivos. Contudo, no mês de abril, o cenário já não foi tão negativo, com nove categorias a ficaram no verde nesta métrica.

Ainda com referência ao mês de abril, denotou-se uma certa preferência por estratégias de investimento de cariz internacional. A categoria que registou o maior saldo de subscrições menos resgates foi a dos Outros Fundos de Ações Internacionais, com 8,8 milhões de euros, seguida da categoria dos Fundos PPR (3,1 milhões) e pela dos Fundos de Ações da América do Norte (2,8 milhões). A categoria dos Fundos PPR é de resto aquela que mais se destaca pelas captações líquidas desde o início do ano, tendo conseguido captar 131,5 milhões de euros líquidos de resgates nos primeiros quatro meses do ano, seguida dos Fundos de Obrigações Euro (48,6 milhões).

subs_categorias

Fonte: APFIPP, 30 Abril 2020

Bankinter destaca-se, mas IMGA mantém-se líder

Em termos de entidades, o panorama permanece negativo, com apenas quatro das 14 entidades apresentadas a registarem fluxos líquidos positivos desde o início do ano até final de abril. Neste âmbito o claro destaque vai para a IM Gestão de Ativos, que regista 56,3 milhões de euros em subscrições líquidas nos primeiros quatro meses do ano. Um valor que é mais que o dobro da entidade que se segue, a Bankinter Gestão de Ativos, que se firma nos 23,5 milhões. Não obstante, a gestora do grupo espanhol foi a que conseguiu mais captações líquidas no mês de abril, no valor de 3 milhões de euros, seguida pela Invest Gestão de Activos com 2,2 milhões de euros, e pela Optimize Investment Partners, com 1,3 milhões de euros.

subs_entidades
Fonte: APFIPP, 30 Abril 2020

Notícias relacionadas

O Mais Lido