Março foi um mês de manutenção no mercado dos fundos imobiliários


Segundo dados divulgados pela CMVM, o valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) em março culminou nos 10.516,1 milhões de euros, valor esse que se encontra muito próximo do obtido no mês de fevereiro (10.516,2).

imobiliarios_mar_o_1

Ao nível das entidades gestoras também não se registaram alterações significativas, com a Interfundos (12,9%), a Square AM (11,2%) e a Caixa Gestão de Ativos (7,5%) a continuarem a deter os valores de quota de mercado mais elevados. No mês passado também se assistiu à liquidação de um fundo, o Lisbon Urban – Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado, que estava a cargo da GNB - SGFII.

Sobre o futuro da classe de ativos referia Pedro Correia Pereira, da Marsh Portugal, num artigo publicado recentemente pela FundsPeople, perante o atual contexto, “os sectores imobiliário e de infraestruturas poderão vir a ser reconhecidos como investimentos de refúgio durante os próximos meses e até que se tenha real noção dos impactos financeiros provocados noutras atividades económicas". 

imobiliarios_mar_o_2

 
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido