Fundos estrangeiros mais subscritos em Janeiro com ligeiro aumento do risco


Os investidores iniciaram o ano à procura de fundos que possam obter retornos “no mínimo superiores à inflação” e assim, numa lógica de diversificação que se tem vindo a manter, tendem a deixar os investimentos massivos em fundos de obrigações, “dado que com a normalização dos juros nas economias periféricas as rendibilidades possíveis de se obter nos mesmos ficam mais reduzidas”, refere a direcção de investimentos do Banco Best.

Desta entidade afirmam que se mantém “a tendência a que vínhamos a assistir de aumento da procura por fundos com um nível de risco superior”. No 'top ten' do Banco Best constou a presença de dois fundos 'high yield' (Pimco GIS Global High Yield Bond Fund e o Axa Wf Global High Yield Bonds), dois de acções (Allianz Europe Equity Growth e o Hsbc Global Investment Funds Turkey Equity) e um fundo misto de alocação (Invesco Balanced-Risk Allocation Fund).

No ActivoBank, “embora não exista nenhuma tendência definida”, referem os responsáveis da entidade, é a plataforma onde mais fundos estrangeiros de acções foram vendidos no mês passado. Destes, apenas um investe em acções globais, o BNY Mellon Long Term Global Equity, sendo que os restantes investem em geografias específicas - Europa com o BGF European Focus, Médio Oriente com o Schroders ISF Middle East, Turquia com o JPM Turquey Equity e Tailândia com o Fidelity Fund Thailand.

De acordo com a direcção de investimento do Best, “a maior confiança na Europa e o facto de ter tido um pior desempenho em 2012 quando comparada com outros mercados, faz com que alguns investidores tenham escolhido esta região para entrar em fundos de acções, com destaque para o fundo da Allianz que tem um excelente 'track record' face aos seus pares. Também nas açcões, e aproveitando o “momentum” da Turquia, os investidores escolheram o fundo do HSBC para alocar parte das suas carteiras a este mercado”.

No Banco BiG houve uma “manutenção de algumas tendências já verificadas no final de 2012”. Nesse sentido, há uma preponderância de fundos com estratégias mais ou menos flexíveis dentro da classe de obrigações, mantendo-se, segundo Isabel Soares, “uma evidente preocupação, por parte dos investidores, em termos de rebalanceamento e diversificação dos riscos das carteiras”.

O Invesco Balanced-Risk Allocation Fund é um nome que se volta a repetir neste 'top ten' entre os três supermercados do mercado nacional, por se situar, como justifica a direcção de investimento do Banco Best, “no risco médio, e destinar-se a investidores que procuram já alguma exposição diferente das obrigações mas ainda não a 100%”. Desta entidade explicam, ainda, que é a flexibilidade deste fundo que o leva a ter atractividade entre os investidores neste momento. Explicam que a política de investimento dá a oportunidade de “escolher a exposição aos três activos em que investe (ações, obrigações e 'commodities') em função do risco/volatilidade de cada componente e não tendo pré-definido a exposição em si. Se a primeira geração de fundos mistos definia, por exemplo, uma composição de 50% em acções e 50% em obrigações, este fundo prefere pensar em termos de risco/volatilidade e define a exposição a acções como um terço do risco da carteira, o que em momento de maior volatilidade leva a uma diminuição do peso destas”. Este e outros fundos “multi-activos ou com estratégias flexíveis têm beneficiado do movimento de diversificação e rebalanceamento de peso dos activos em carteira, que se tem traduzido em 'inflows' interessantes para estas classes”, acrescenta ainda Isabel Soares do BiG.

Por fim, do Activobank salientam que os fundos UBS(Lux) SF Balanced (Eur), UBS(Lux) SF Yield (Eur), BGF Global Allocation e o Pimco Gis Total Ret Bond surgem naturalmente nestes 'rankings' dado o seu elevado volume.

 

OS DEZ FUNDOS ESTRANGEIROS MAIS SUBSCRITOS EM JANEIRO

 

 

Activo Bank

Banco Best

Banco BiG

1

Skandia Emerg.Mark.Debt Fund Euro Hgd A

Pimco GIS Total Return Bond Fund E Acc Eur (Hdg)

Invesco Balanced Risk Allocation

2

Fidelity Funds Thailand A

E.S. Euro Bond Fi Inc

Invesco Funds - Euro Corporate Bond Fund

3

Bny Mellon Long-Term Global Equity A

Pimco GIS Global Investment Grade Credit Fund E Acc Eur (Hdg)

Templeton Global Bond Fund

4

Pimco Gis High Yield Bond Acc Eur Hed E

Pimco GIS Diversified Income E Eur Hedged Acc

Threadneedle SIF Glb Equity Income

5

BGF European Focus E2

Invesco Balanced-Risk Allocation Fund E

BNY Mellon Emerging Market Debt Fund

6

UBS (Lux) Sf Yield (EUR) N Acc

Pimco GIS Global High Yield Bond Fund E Acc Eur (Hdg)

Templeton Global Total Return

7

Mss Euro Corporate Bond B

Allianz Europe Equity Growth Ct Eur

BPI Portugal

8

JPM F Turkey Equity D

HSBC Global Investment Funds Turkey Equity E Acc

BlackRock Global Corporate Bond

9

SISF Middle East B

Pimco GIS Global Bond Fund E Acc Eur (Hdg)

JPMorgan Income Opportunity Fund

10

UBS(Lux) Sf Fixed Income (EUR) N Acc

Axa Wf Global High Yield Bonds E Cap Eur Hdg

Franklin Strategic Income Fund

 

Empresas

Notícias relacionadas