Fundos estrangeiros continuam a ser os preferidos da gestoras portuguesas


São cerca de 1700 mil milhões de euros que estão investidos pelas Sociedades Gestoras de Fundos de Investimento Mobiliário (SGFIM) entre Unidades de Participação em Fundos de Investimento Nacionais e Internacionais, segundo o que foi publicado pela APFIPP sobre o mês de outubro.

Entre as quase duas dezenas de gestoras nacionais, a Caixagest é aquela que mais euros tem investidos em Unidade de Participação Internacionais, atingido os 493 milhões de euros. Em relação ao mês anterior, este valor aumentou em mais de 1 milhão de euros, fechando o mês de outubro a representar 16% do total da composição da carteira.

Em segundo lugar vem a Millennium Gestão de Activos com 212 milhões de euros o que representa  14% da carteira. Este valor subiu de setembro para outubro em cerca de 16%. Já a fechar o pódio vem a BPI Gestão de Activos com o investimento em fundos fora de Portugal a atingir os 153 milhões de euros, representando 8% da composição da carteira.

Patris Gestão Activos prefere nacionais; BBVA Gest internacionais

A Patris Gestão Activos tem uma maior preferência em Unidades de Participação nacionais, segundo os dados da APFIPP, com 77% da composição da carteira. Já nos fundos internacionais a maior composição vai para o BBVA Gest com 45% da sua carteira.

A CA Gest, o BBVA Gest, a Dunas Capital, a  Invest Gestão de Activos e a MCO2 não têm qualquer valor investido em fundos nacionais. Os mesmo acontece para os fundos internacionais nas gestoras Dunas Capital e MCO2.

Nacionais com mais peso nos Fundos de Fundos

Nos Fundos de Fundos (existem 16 segundo a CMVM), o valor investido em fundos nacionais é percentualmente maior do que nos fundos internacionais. Assim, as Unidades de Participação em Fundos de Fundos de produtos nacionais é de 21,47% do total (97 de 453 milhões de euros), acima dos 20,56% dos fundos internacionais (251 de 1222 milhões de euros). Para estes resultados, apenas 6 gestoras nacionais contribuem. No topo dos nacionais, o destaque vai para a Millennium Gestão de Activos com 71 milhões de euros. Logo depois vem a Caixagest com 12 milhões de euros. O ranking mantém-se nos fundos internacionais, mas com valores diferentes, com a Millennium Gestão de Activos com 149 milhões e a Caixagest com 42 milhões de euros.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 3 Siguiente