Tags: Pensões |

Fundos de pensões portugueses com rendibilidade de 0,7% em Maio


Os fundos de pensões portugueses tiveram um desempenho positivo em Maio num mês em que se assistiu a uma desaceleração das praças financeiras, a nível global, tendo a carteira Europa apresentado um retorno mais modesto e a Mundo ficado negativa.

Na nota informativa mensal, a Towers Watson refere que "é estimada uma rendibilidade para os fundos de pensões nacionais de 0,7%, sendo de destacar o forte desempenho das acções globais (2,4%) e do sector imobiliário na Europa (1,4%)” e, pela negativa, “o fraco desempenho das obrigações (-0,7%)”.

carteira Europa "apresentou uma rendibilidade de 0,4%, em tudo muito semelhante" à de Portugal, “apenas registando-se um menor crescimento nas acções [1,5%]”. A componente imobiliário registou um retorno de 1,4% e as obrigações de -0,8%, de acordo com a referida nota informativa.

carteira mundo teve no mês passado uma rendibilidade estimada negativa de 0,6%, "muito por culpa do fraco desempenho do sector imobiliário (-5,9%) e obrigações (-0,8%)”, tendo a ‘performance’ mais moderada das acções globais (0,8%) contribuído para “o fraco desempenho” desta carteira.

A Towers Watson sublinha que, para o corrente ano, "a estratégia reflectida na carteira Portugal, apresenta a melhor rendibilidade estimada, quando comparada com as duas restantes carteiras" e que o risco, medido pelo desvio padrão, “é semelhante entre carteiras”.

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido