Tags: Negócio | Pensões |

Fundos de pensões nacionais não escapam à coronacrisis


Entre as várias semelhanças entre a crise pandémica e a crise económica e financeira que dela surgiu talvez a transversalidade seja uma das mais evidentes: da mesma forma que qualquer ser humano pode ser exposto ao vírus, também nenhuma classe de ativos se encontra excluída se sentir os efeitos da volatilidade e incerteza. Um exemplo disso mesmo tratou-se do que aconteceu com os PPR. Apesar de, tradicionalmente, serem produtos cujas carteiras detêm uma pequena porção de ativos de risco, dos 58 PPR contemplados somente 10 tiveram um desempenho positivo a um ano.

Igualmente, nos fundos de pensões, o cenário tem sido igualmente pessimista. Tal como a FundsPeople noticiava recentemente, segundo a OCDE, "as primeiras estimativas sugerem que os ativos dos fundos de pensões no fim do primeiro trimestre de 2020 podem ter caído para 29,8 biliões, 8% a menos do que no final de 2019". Concretamente a nível nacional, a tendência mantém-se. Dos 39 fundos de pensões de entidades associadas da APFIPP, apenas 12 apresentam uma rentabilidade a um ano acima da linha de água.

Este conjunto é encabeçado por dois fundos de pensões abertos da Bankinter Gestão de Ativos, o BK Dinâmico e o BK Moderado, que registaram rentabilidades de 6,21% e 1,94%, respetivamente. De notar que ambos se encontram no nível 3 do Indicador Sintético de Remuneração e Risco1, o que significa que os fundos seguem uma política de investimentos com menor exposição ao risco, mas que, ao mesmo tempo, essa postura não comprometeu os retornos.

Já no médio prazo, na performance a 3 anos, existem apenas 34 fundos de pensões com informação disponível, mas desta feita são 18 aqueles que conseguiram uma rentabilidade positiva nesse período (mais de metade do conjunto). Neste cenário, é de salientar a performance obtida pelo fundo de pensões aberto SGF Reforma Stoik, a única entrada com uma rentabilidade na casa dos 3% (3,81% neste caso). O plano que é administrado pela Sociedade Gestora de Fundos de Pensões e que conta com a gestão de Luís Lobo Jordão, CFA, é seguido pelos fundos pensões abertos Horizonte Acções, da Ageas Pensões, e Multireforma Plus, da GNB Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, que ficam pelos 2,32% e 2,02% de rentabilidade no último triénio.

Nome do Fundo Rentabilidades Líquidas Risco
1 Ano 3 Anos 1 Ano 3 Anos
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 2
F.P. Aberto Caixa Reforma Prudente -0.49 -0.22 2 2
F.P. Aberto Multireforma Capital Garantido + -1.12 0.58 3 3
F.P. Aberto Horizonte Segurança 0.12 0.82 3 3
F.P. Aberto Real Reforma Garantida + -2.21 1.47 4 3
F.P. Aberto Futuro Plus -1.80 -0.65 3 3
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 3
F.P. Aberto Caixa Reforma Garantida 2022 + -0.83 -0.23 2 2
F.P. Aberto Real Reforma Sénior -4.74 1.09 4 4
F.P. Aberto Optimize Capital Pensões Moderado -1.29 1.06 4 3
F.P. Aberto Futuro Clássico -2.09 -0.26 3 3
F.P. Aberto Caixa Reforma Activa 0.23 0.15 3 3
F.P. Aberto Multireforma 1.25 1.99 4 3
F.P. Aberto Real Reforma Activa -9.41 -2.66 6 5
F.P. Aberto BIG Prestige Moderado -3.04   5  
F.P. Aberto SGF Reforma Conservadora* -3.33 -1.23 4 3
F.P. Aberto BK Moderado 1.94   5  
F.P. Aberto Optimize Capital Pensões Equilibrado -1.16 1.23 4 4
F.P. Aberto SMART -0.02   4  
F.P. Aberto BBVA Multiativo Conservador -6.32 -1.51 4 3
F.P. Aberto Horizonte Valorização 1.09 1.77 4 4
F.P. Aberto VIVA -2.56 -0.19 4 4
F.P. Aberto SGF Reforma Equilibrada* -3.64 -1.13 5 4
F.P. Aberto Rendimento Activo -0.31 1.24 5 4
F.P. Aberto BK Dinâmico 6.21   6  
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 4
F.P. Aberto BBVA Proteção 2020 + -0.92 -0.36 1 2
F.P. Aberto Multireforma Plus 1.02 2.02 5 4
F.P. Aberto SGF Square Acções -5.45 -0.26 4 4
F.P. Aberto Caixa Reforma Valor 1.32 0.77 5 4
F.P. Aberto Optimize Capital Pensões Acções -1.07 1.39 5 4
F.P. Aberto BIG Prestige Equilibrado -2.63   6  
F.P. Aberto Futuro XXI -3.59 -0.84 5 4
F.P. Aberto BBVA Multiactivo Moderado -6.46 -0.86 5 4
F.P. Aberto Real Reforma Jovem -7.31 1.29 7 6
F.P. Aberto Horizonte Acções 1.69 2.32 6 5
F.P. Aberto SGF Reforma Stoik* 1.82 3.81 6 5
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 5
F.P. Aberto Multireforma Acções -10.29 -4.02 7 6
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÃO ESPECIFICADO
F.P. Aberto Real Previdência Empresas -5.25 -1.95 6 4
F.P. Aberto Reforma Empresa 0.40 1.03 4 3
F.P. Aberto Turismo Pensões 1.36 1.92 4 4
F.P. Aberto BBVA PME's  -2.97 -0.61 4 4
Fonte: APFIPP, 3 julho 2020

Abaixo apresentamos os fundos da BPI Vida e Pensões, cujas rentabilidades não são diretamente comparáveis às demais por serem apresentadas brutas de comissão de gestão. 

Nome do Fundo Rentabilidades Brutas Risco
1 Ano 3 Anos 1 Ano 3 Anos
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 2
F.P. Aberto BPI Garantia + 0.00 0.05 1 1
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 3
F.P. Aberto BPI Segurança -0.52 0.56 4 3
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 4
F.P. Aberto BPI Valorização -0.58 0.80 4 4
INDICADOR SINTÉTICO DE RISCO E REMUNERAÇÃO - NÍVEL 5
F.P. Aberto BPI Acções -1.87 0.43 6 5
Fonte: APFIPP, 3 julho 2020

 

 

1 O Indicador Sintético de Risco e Remuneração (ISRR) é um critério quantitativo que a APFIPP aplica na classificação dos fundos. Este indicador reflete a política de investimentos que cada fundo está a seguir com base das rendibilidade e volatilidade registadas nos últimos anos de atividade.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido