Fundos de pensões abertos em destaque nas rentabilidades a 1 e 5 anos


A Associação Portuguesa de Fundos, Pensões e Património (APFIPP) divulgou uma vez mais o ranking dos fundos de pensões abertos mais rentáveis a 12 meses e a cinco anos. Com dados de 31 de março, a lista dos cinco mais rentáveis a um ano mostra todos os produtos a vermelho. A cinco anos apenas três conseguiram manter-se em terreno positivo.

A lista é liderada pelo fundo Caixa Reforma Garantida 2022, da CGD Pensões, que apesar de ter ficado próximo da linha de água, a rentabilidade anualizada a um ano foi de -0,1%. O segundo lugar foi alcançado pelo Horizonte Segurança, da Ocidental Pensões, cujo retorno a 12 meses se fixou nos -0,6%.

Seguem-se dois fundos com nível de risco 1, o Aberto Protecção 2020, sob a alçada da BBVA Fundos, e o BPI Garantia, sob a gestão da BPI Vida e Pensões. Os retornos obtidos por estes fundos não foram além dos -0,8% e 0,9%, respetivamente. A fechar o ranking está o Reforma Empresa também com uma rentabilidade anualizada de 0,9%.

Pens_es_abertos_12_meses

Fonte: APFIPP, dados de 31 de março

O fundo mais rentável, de nível de risco 3, é um produto a cargo da Real Vida Seguros, o Real Reforma Garantida, que no período em análise arrecadou uma rentabilidade de 0,5%, sendo seguido pelo Aberto Proteção 2020, gerido pela BBVA Fundos, com um nível de risco 2 e com uma rentabilidade a cinco anos de 0,3%. O último lugar do pódio é ocupado pelo Reforma Empresa, da Santander Pensões, o terceiro e último fundo com retorno positivo no período (0,2%) e que conta com um baixo nível de risco (1).

Ambos com um retorno de -0,1% estão o Multireforma Capital Garantido, gerido pela GNB – SGFP, e o Turismo Pensões, a cargo da Ocidental Pensões. O primeiro conta com um elevado volume de ativos sob gestão (243,0 milhões de euros).

Rentabilidade_PPR_a_5_anos

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido