Tags: Negócio |

Fundos de obrigações superam rendibilidades dos fundos de acções


A Morningstar classifica 60 fundos portugueses como pertencentes à categoria obrigações e 78 fundos como puros de acções, sendo que os primeiros somam um património total, com dados de final de Outubro, de 2,6 mil milhões de euros e os segundos de 1,08 mil milhões de euros.                                                                                                                                   

Quando analisadas as rendibilidades dos mesmos, os fundos de obrigações destacam-se com uma média sempre positiva nos diferentes períodos no último ano: a um mês alcançam em média 0,84%, a três meses 2,82%, a seis meses 3,72% e a doze meses 8,46%. A rendibilidade anualizada a dois anos é de 2,88%, a três anos 2,59%, a cinco anos 1,14% e a dez anos 1,71%.                                                                                                                       

No refere aos fundos de acções, estas médias diminuem, passando para valores negativos em alguns períodos. Durante o presente ano e, aproveitando oportunidades de mercado proporcionadas pela volatilidade existente e subidas nas cotações, os fundos de acções, em análise, têm um retorno médio positivo: a um mês 0,67%, a três meses 6,07%, a seis meses 4,98% e a doze meses 4,81%. A rendibilidade anualizada a dois anos mostra um recuo de 5,55%, a três anos uma perda de 2,03%, a cinco anos uma queda de 9,09% e a dez anos volta a valores positivos de 2,19%.

O fundo de obrigações que lidera rendibilidades é o E.S. Obrigações Europa em quase todos os períodos, excluindo, a doze meses em que é ultrapassado pelo Barclays Obrigações Euro 2015 II e a dez anos em que o primeiro lugar passa para o fundo BPI Obrigações alto rendimento alto risco. Na categoria dos fundos de acções, o fundo sectorial da Montepio Gestão de Activos, Montepio Euro Financial Services lidera a um, três e seis meses. A doze meses e depois a cinco anos o primeiro lugar passa para outro fundo deste tipo e da mesma sociedade  gestora, o Montepio Euro Healthcare. A dois e três lideram os fundos acções América, Santander Acções América e Caixagest Acções EUA, respectivamente. Por último a dez anos, o melhor retorno é obtido pelo Caixagest Acções Oriente, segundo dados de Outubro divulgados pela Morningstar.

Empresas

O Mais Lido