Tags: Gestores | Europa |

Fundos de obrigações europeias: rentabilidade e risco a um, três e cinco anos


A dois meses de terminar o ano, é altura de olhar para os fundos de obrigações europeias e analisar a sua rentabilidade e risco, não só ao longo do último ano, mas também fazer um balanço em relação aos últimos três e cinco anos. Trata-se de uma análise que tem em conta a rentabilidade que estes fundos obtiveram nos respetivos períodos e ainda o desvio padrão registado, através de um cruzamento destes dados, o que permite avaliar o seu desempenho nos diferentes indicadores.

Esta análise tem ainda em conta os diferentes focos geográficos destes fundos, sendo os dois fundos da IM Gestão de Ativos os únicos globais e os restantes europeus.

Santander Ibérico Maio 2013 com melhores resultados no último ano

Observando a atividades dos fundos de obrigações europeias a um ano, é possível perceber que o Santander Ibérico Maio 2013 se destaca com uma rentabilidade de 3,75% e um desvio padrão de 2,30%. Ao nível da rentabilidade, os valores registados pelos restante oito fundos foram relativamente mais baixos, tendo-se seguido o Optimize Europa Obrigações, com 0,88%, e o BPI Euro Taxa Fixa, com 0,38%.

1_ano

Fundos com resultados próximos a três anos

Olhando agora para o panorama a três anos, é possível perceber que três fundos se destacaram nos primeiros lugares, muito próximos uns dos outros quando cruzado o desvio padrão com a rentabilidade. Em primeiro lugar está o IMGA Prestige Global Bond, fundo com enfoque global, com 1,07% de rentabilidade e 1,58% de desvio padrão, seguido do Optimize Europa Obrigações (3,56% rentabilidade e 5,57% desvio padrão) e do BPI Euro Taxa Fixa (0,97% rentabilidade e 1,56% desvio padrão), ambos com enfoque no mercado europeu.

3_anos

Panorama a cinco anos

Quando analisamos a rentabilidade dos fundos de obrigações europeias a cinco anos, o número de fundos reduz para seis. Tiramos desta equação os fundos Optimize Europa Obrigações, Santander Ibérico Maio 2013 e IMGA Global Bond Selection, que surgiram há menos de cinco anos (os dois primeiros em 2013 e o último em 2016).

Assim, o fundo que se destacou neste período com a melhor relação rentabilidade – desvio padrão foi o Santander Multitaxa Fixa, com uma rentabilidade de 1,96% e um desvio padrão de 1,57%. O BPI Euro Taxa Fixa encontra-se logo de seguida neste ranking, com 3,01% de rentabilidade e 2,66% de desvio padrão.

5_anos

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido