Tags: Obrigações | Ações |

Fundos de mercado monetário e FEI conquistam participantes em 2012


O número total de participantes em organismos de investimento colectivo e fundos especiais de investimento (FEI) portugueses situou-se em 868.084 em Setembro, o que corresponde a uma descida de 2.676 face a Agosto, período em que se destacam os investidores conquistados por duas categorias, os especiais e os de mercado monetário.

De acordo com as séries longas das estatísticas da CMVM, o número total de participantes está em queda há sete meses consecutivos, sendo que a última vez que este número aumentou foi em Fevereiro, quando chegou a quase 953 mil.

Analisando por categoria de fundo, ao longo deste ano, há duas que se destacam, pelo crescimento evidenciado, em contraciclo com as restantes. Os fundos de mercado monetário contavam, no final de Setembro, com 10.065 participantes, um aumento de 1.207 face ao mês anterior; este número sobe consecutivamente desde o começo de 2012 e é já o dobro do verificado em Dezembro de 2011 (4.993), mostra a referida estatística.

A outra excepção são os FEI, categoria que é a segunda com mais participantes, a seguir à de fundos poupança reforma (241.380). Os fundos especiais tinham 167.386 investidores em Setembro, um aumento de 2.412 face a Agosto; ao longo dos nove meses do ano disponíveis na estatística da CMVM, o número de participantes esteve sempre em crescimento, tendo aumentado em 27.619 (ou cerca de 20%) face ao valor de Dezembro de 2011 (139.749).

Categorias que perderam participantes

Quanto às restantes categorias, os fundos de poupança reforma foram os que perderam, em valores absolutos, maior número de participantes entre Agosto e Setembro – 1.971 -, seguindo-se os fundos flexíveis – com -1.445 -, sendo em ambos os casos os valores mais baixos de 2012.

A categoria de fundos de acções estrangeiras viu o número de participantes recuar 949 em Setembro, para 77.924, tendo a de fundos de obrigações perdido 853 investidores, para 84.847; nas duas, a tendência de queda mantém-se desde o passado mês de Fevereiro.

Nos fundos de acções nacionais o número de participantes era de 32.397 no final de Setembro, menos 349 que em Agosto, estando a decrescer desde Março. Já nos fundos de fundos, a quantidade de investidores está em queda desde Julho e em Setembro perdeu 526 face ao mês anterior.

Na categoria de fundos mistos, os 6.973 investidores representam um mínimo do ano e um decréscimo de 83 face a Agosto, enquanto na de fundos mistos, o número de participantes desceu 119 para 114.624, depois de ter aumentado de Julho para Agosto, de acordo com a série longa das estatísticas da CMVM.

Notícias relacionadas