Tags: Negócio |

Fundos de investimento mobiliário: janeiro termina com crescimento no montante sob gestão


Depois de ter terminado o último mês de 2017 com um aumento de 1,4%, o montante sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliário voltou a crescer em janeiro de 2018. De acordo com o relatório publicado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, verificou-se um aumento de 1,9% face a dezembro passado, tendo o montante ascendido a 11.321,3 milhões de euros – mais 214,7 milhões de euros. Em sentido contrário terminou, novamente, o valor sob gestão dos fundos de investimento alternativo, que decresceu 2,7% para 1.153,7 milhões de euros.

Captura_de_ecra__2018-02-14__a_s_16

Fonte: CMVM, janeiro de 2017

No que diz respeito ao investimento por valor mobiliário cotado, registou-se um aumento em todos os segmentos. Assim, do lado do valor das aplicações em ações, o aumento foi de 3,6% nas de emitentes nacionais e de 3,8% nas de emitentes estrangeiros. No que respeita a dívida pública, o investimento em dívida pública nacional cresceu 1%, enquanto que do lado do investimento em dívida pública estrangeira o aumento foi de 7,5%. O valor das aplicações em obrigações, por sua vez, cresceu 3% nas emitidas por emitentes nacionais e 2,1% nas de emitentes estrangeiros.

Captura_de_ecra__2018-02-14__a_s_16

Captura_de_ecra__2018-02-14__a_s_16

Captura_de_ecra__2018-02-14__a_s_16

Fonte: CMVM, janeiro de 2017

Em termos de mercados destino do investimento dos fundos de investimento mobiliário, o Luxemburgo mantém-se como o principal destino, absorvendo 17% do total. Seguem-se a Alemanha, com 14,2%, Reino Unido, com 13,2%, e Portugal com 10,7%.

Captura_de_ecra__2018-02-14__a_s_16

Fonte: CMVM, janeiro de 2017

Notícias relacionadas

O Mais Lido