Tags: Negócio |

Fundos de Curto Prazo: a categoria com mais captações líquidas em maio


O  mês de maio seguiu a mesma tendência dos meses anteriores no que diz respeito às captações líquidas. Foram os resgates que se sobrepuseram às subscrições, em maio, no valor de 103 milhões de euros. Em termos acumulados, os cinco primeiros meses do ano já trazem as captações líquidas para um saldo negativo de 560 milhões de euros.

Ainda assim, mesmo com os valores negativos, algumas categorias conseguiram ter mais subscrições do que resgates em maio. Nestas condições encontramos três segmentos: os fundos de Curto Prazo euro, o ‘outros fundos de ações internacionais’ e ainda os Fundos PPR.

A primeira categoria mencionada – Fundos de Curto Prazo – liderou o mercado, com as entradas líquidas de dinheiro a superarem os 20,6 milhões de euros. Ainda assim, apenas três produtos conseguiram ter saldo positivo. O fundo da categoria que mais sobressaiu foi o BPI Liquidez. Gerido pela BPI Gestão de Activos, o fundo registou mais de 19,8 milhões de euros em captações líquidas, tendo sido também o fundo nacional que liderou o segmento em maio. É um dos maiores fundos de investimento nacionais, tendo no final do mês passado mais de 610 milhões de euros em património. Em termos de ativos em carteira, destaque para dívida pública nacional e espanhola, além de alguns depósitos a prazo em instituições nacionais. Este fundo é, também, um produto ‘super-vendas’ em Portugal, classificação dada pela Funds People através da sua metodologia.

O IMGA Liquidez, da IM Gestão de Ativos, é o fundo que se segue. No mês passado registou captações líquidas de 5,8 milhões de euros o que ajudou a elevar o seu património total para mais de 43 milhões de euros. Em termos de carteira, nas maiores posições encontramos depósitos a prazo em algumas instituições nacionais como o BCP ou a CGD.

O outro produto com saldo positivo foi o CA Curto Prazo. Gerido pela Crédito Agrícola Gest, o fundo registou entradas líquidas de dinheiro superiores a um milhão de euros. É um dos novos fundos lançados pela entidade e com este valor, fechou maio com um património superior a 3,6 milhões de euros.

Os fundos curto prazo com captações líquidas positivas

Fundo Gestora Maio
BPI Liquidez BPI Gestão de Activos 19 862 400 €
IMGA Liquidez IM Gestão de Ativos 5 898 700 €
CA Curto Prazo Crédito Agrícola Gest 1 068 300 €

Fonte: APFIPP no final de maio

 

Empresas

Notícias relacionadas