Tags: Ações | Europa | EUA |

Fundos de ações europa versus fundos de ações americanas: o desempenho nos primeiros meses de 2018


2018 parecia começar da mesma forma que terminou o ano de 2017. Eis que, em fevereiro, se registou um aumento da volatilidade, levando consigo alguns dos ganhos que tinham sido acumulados até então. Neste contexto, e num contexto em que as economias norte-americana e europeia se encontram em fases distintas do seu ciclo económico e financeiro, qual terá sido o desempenho dos fundos que investem nos mercados acionistas europeu e americano?

Analisando os dados disponíveis na Morningstar Direct verificamos que os fundos de ações europeias obtiveram melhor rentabilidade do que os fundos de ações americanas nos primeiros quatro meses de 2018. De facto, os três produtos que melhor rentabilidade obtiveram investem todos nesse universo. O mais rentável neste período é o Santander Acções Europa, tendo alcançado uma rentabilidade de 2,70%. O fundo gerido por José António Montero apresenta como sectores mais preponderantes os sectores financeiros consumo cíclico e consumo defensivo. Já os nomes que surgem nas maiores posições do fundo são nomes como Banco Santander, Siemens, Bayer ou Unilever, apresentando também exposição a um futuro do índice Euro Stoxx 50.

Seguem-se os fundos BPI Euro Grandes Capitalizações e Montepio Acções, cuja rentabilidade no período em análise foi de 1,31% e de 1,15%, respetivamente. O produto da responsabilidade da BPI Gestão de Activos tem como sectores com maior peso em carteira os sectores financeiro, consumo não-cíclico e consumo cíclico, sendo que entre as maiores posições encontramos empresas como a Airbus, Total, Banco Santander ou Siemens. Já os sectores mais preponderantes na carteira do produto da Montepio Gestão de Activos são o sector financeiro, o sector de consumo defensivo e o sector de materiais básicos. Entre as maiores posições, por outro lado, encontramos maior preponderância de empresas nacionais, surgindo nomes como Galp Energia, The Navigator Company e EDP.

Rentabilidade YTD dos fundos de ações Europa (à esquerda) e fundos de ações América (à direita)Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_17Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_18

Fonte: Morningstar Direct, abril de 2018

Nota: o fundo BPI América D é um fundo denominado em dólares

Panorama diferente alargando o horizonte de análise

Se analisarmos a rentabilidade obtida pelos fundos de ações europeias e americanas a um, três e cinco anos, verificamos precisamente o inverso, ou seja, são os fundos que investem em terras do Tio Sam que se destacam. De facto, o produto que melhor desempenho obteve no último ano foi o BPI América E, tendo obtido uma rentabilidade de 10,83%. Já o Caixagest Acções EUA foi o produto que melhor rentabilidade alcançou a três e cinco anos, apresentando uma rentabilidade anualizada a três anos de 8,88% e uma rentabilidade anualizada a cinco anos de 12,46%.

Rentabilidade a um ano fundos de ações Europa (à esquerda) e fundos de ações América (à direita)

Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_17Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_18

Fonte: Morningstar Direct, abril de 2018

Rentabilidade anualizada a três anos dos fundos de ações Europa (à esquerda) e fundos de ações América (à direita)

Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_17Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_18

Fonte: Morningstar Direct, abril de 2018

Rentabilidade anualizada a cinco anos dos fundos de ações Europa (à esquerda) e fundos de ações América (à direita)

Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_17Captura_de_ecra__2018-05-07__a_s_18

Fonte: Morningstar Direct, abril de 2018

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido