Fundos de acções lideram rendibilidades a um mês


A indústria dos fundos de investimento mobiliários tem desempenhos positivos a um mês, segundo dados da Morningstar, de 30 de Setembro.

Seguindo a valorização verificada nos mercados accionistas, os fundos mais rentáveis são precisamente os de acções. Nas primeiras três posições estão o Montepio Euro Financial Services (8,21%), o Santander E.F. Banca e Seguros (7,62%) e o Barclays FPA (7,38%).
 
Nas 40 primeiras posições deste ranking existem apenas sete fundos de classes que não acções, ou seja, 33 dos fundos com rendibilidades mais positivas investem em acções de vários mercados tanto europeu como Brasil e de sectores diversos como o financeiro. Comparativamente, em Agosto, nos melhores fundos no que se refere a rendibilidade, existiam menos nove fundos de acções sendo, os três melhores, fundos alternativos com garantia de capital (o Caixagest Rendimento Nacional, o Caixagest Rendimento Oriente, Caixagest Mix Emergentes).
 
Na perspectiva contrária, os fundos mais penalizados a um mês, são apenas 35 num universo de 285 fundos analisados, sendo o fundo mais penalizado o Dunas Património com uma rendibilidade negativa de 8,050%. Salienta-se que destes, a maioria (26) tem uma rendibilidade negativa inferior a 1%, ou seja, tratando-se de rendibilidades a um mês, esta 'performance' é passível de recuperação no curto prazo.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido