Tags: Negócio |

Fundos da Caixagest na ‘crista da onda’ no mês de setembro


O mês de setembro foi um tanto ou quanto complicado nos mercados financeiros. Por exemplo, se olharmos para os mercados financeiros desenvolvidos, através dos índices MSCI, verificamos que no mês passado nenhum dos índices, em euros, se destacou muito pela positiva. O mesmo não se pode dizer dos mercados emergentes. Por exemplo, o índice que mais se destacou, em euros, foi o MSCI EFM África com ganhos de quase 4%. Olhando para o mercado nacional, o PSI-20 no mês de setembro sofreu um deslize de 2,43%, tendo terminado o mês passado nos 4.597,29 pontos.

Que fundos se destacam?

Analisando a lista disponibilizada pela Morningstar, através da sua plataforma online, é possível perceber que foram alguns fundos da Caixagest que se destacaram. O fundo mais rentável do mês passado foi o Caixagest Acções Japão. Em setembro atingiu ganhos de 4,37%, tendo seguido a mesma tendência do ano passado. Relembramos que este produto foi o mais rentável de 2015 no mercado nacional, tendo atingido ganhos superiores a 21%. Na primeira revista Funds People de 2016 – número 12 - Isabel Carvalho, da entidade, referia que apesar do produto estar a cargo da Caixagest, “o mandato de desenvolvimento de uma estratégia de investimento em ações japonesas está atribuído a uma entidade externa: a AlliaznGI Japan”. 

Com o foco também no Oriente vem o segundo produto mais rentável do mês. Trata-se do Caixagest Acções Oriente que atingiu ganhos, em setembro, de 2,16%. Com cerca de 17 milhões de euros em ativos sob gestão, o fundo investe “nos mercados acionistas dos países do sudeste asiático”, com exceção do Japão, segundo se pode ler no prospeto. Cerca de 30% da carteira está aplicada no sector dos serviços financeiros, com destaque para as posições do Commonwealth Bank of Australia e ainda do Challenger, com ambas as cotadas a estarem sediadas em solo australiano.

A fechar o pódio vem o fundo Caixagest Infraestruturas com ganhos de 2,12% no mês passado. Este fundo ostenta dois selos Funds People: o de Consistente e ainda o de Blockbuster. O objetivo deste produto é o de oferecer aos seus “participantes o acesso a uma carteira diversificada de ativos expostos ao sector de infraestruturas europeu e internacional. Numa entrevista à Funds People na revista número 7, da equipa gestora lembravam que “elemento mais importante em todo o processo de investimento é o nível de conhecimento e a reputação dos gestores dos fundos em que investem”, já que este se trata de um fundo de fundos.

Mais destaques?

Além dos três produtos referidos, encontramos mais cinco fundos que superam a barreira de 1% de ganhos no mês passado. Da BPI Gestão de Activos figura o BPI África que registou ganhos de 1,79%. Da Montepio Gestão de Activos encontramos dois fundos: o Montepio Multi Gestão Mercados Emergentes e ainda o Montepio Euro Energy; enquanto que da IM Gestão de Ativos vem o IMGA Mercados Emergentes. O outro fundo em destaque é gerido pela GNB Gestão de Ativose denomina-se de NB Ações América.

Os fundos que mais se destacaram em setembro

Melhores_Setembro_2016

Fonte: Morningstar Direct no final de setembro.

Empresas

O Mais Lido