Fundo de arrendamento do Montepio tem em carteira habitações, garagens e lojas


Com início de actividade em Junho do ano passado, o Montepio Arrendamento - Fundo de Investimento Imobiliário de Arrendamento Habitacional "fez a primeira aquisição de património no final do ano passado, início deste ano", disse à Funds People Portugal, fonte da Finivalor, sociedade gestora do fundo.

Em carteira tem 471 fracções distribuídas pelos seus 361 imóveis, num montante total de 32.174.000 euros, tendo os imóveis sido todos adquiridos "de uma só vez, em pacote".

Os activos detidos são habitações, garagens e algumas lojas, adiantou a mesma fonte.

O balanço desta aposta "é positivo, mas ainda temos uma carteira muito recente para nos podermos pronunciar de forma mais profunda", refere a Finivalor.

Questionada sobre as perspectivas de evolução da carteira nos próximos meses, a sociedade gestora disse acreditar que, como esta actividade foi iniciada muito recentemente, "com o desenrolar do tempo se venha a notar um certo crescimento".

Por ser um fundo "com muito pouco tempo de existência", ainda não há situação de clientes que tenham substituído os contratos de crédito à habitação  por arrendamento com possibilidade de recompra, a mesma razão pela qual não foram exercidas opções de recompra por parte dos clientes do banco, refere fonte da Finivalor.
 

Notícias relacionadas

O Mais Lido