Fundger cria fundo de arrendamento habitacional “Cidades de Portugal”


A Fundger lançou um novo fundo de investimento imobiliário fechado para arrendamento habitacional, com um capital inicial de 30 milhões de euros, que visa investir em imóveis que necessitem de reabilitação urbana.
O fundo "Cidades de Portugal" iniciou-se no passado dia 6 de Maio e termina a 31 de Dezembro de 2020, sendo prorrogável por períodos de cinco anos, e tinha à data da constituição dois participantes, de acordo com informação no regulamento de gestão.
O objectivo do fundo "consiste no investimento em imóveis que necessitem de reabilitação urbana, para posterior arrendamento para habitação permanente e, preferencialmente, em Áreas de Reabilitação Urbana ou em prejectos de grande impacto urbanístico". A intenção é de "alcançar, numa perspectiva de médio e longo prazo, uma valorização crescente de capital, [...] através da constituição e gestão de uma carteira de valores e activos predominantemente imobiliários".
O fundo destinará, de acordo com o referido regulamento, 75% do seu activo para o investimento na aquisição de imóveis ou fracções autónomas, situados em Portugl, "incluindo imóveis que tenham sido adquiridos ao abrigo de um contrato de crédito à habitação e cujos proprietários, uma vez realizada a aquisição pelo fundo, pretendam celebrar um contrato de arrendamento, enquanto inquilinos, com o fundo, relativamente ao imóvel que alienaram" a este.
Quanto aos restantes 25%, o fundo poderá investi-los nos activos já referidos, "bem como aproveitar outras oportunidades que a análise da situação e da evolução previsível do mercado permitam detectar, incluindo projectos e construção".
Além deste fundo recentemente constituído, a Fundger é gestora de mais dois fundos para arrendamento habitacional, o Caixa Imobiliário e o Caixa Arrendamento, cujas carteiras ascendiam a 46,1 milhões de euros e 115,1 milhões de euros, respectivamente, no final de Maio.

O Mais Lido