Tags: Consultoria |

Fundações: o cliente que mais evoluiu na gestão de patrimónios em março


No mês de março o volume gerido no sgemento de gestão de patrimónios voltou a cair, desta vez ligeiramente para os 56,9 mil milhões de euros. Analisando os vários tipos de clientes das sociedades gestoras de patrimónios – segundo o relatório da APFIPP de março – verifica-se que no terceiro mês do ano as Fundações foram o tipo de cliente que mais cresceu em termos de património.

Segundo o que a APFIPP relata o volume sob gestão destes clientes avançou 5,49% em termos mensais, passando dos 47,2 milhões de euros para os 49,8 milhões.  Os fundos de investimento, por seu turno, embora de forma mais modesta, também aumentaram o seu peso nos ativos sob gestão das gestoras de patrimónios. O avanço protagonizado pelos produtos foi de 1,92%, para os 10,08 mil milhões de euros.

De forma mais ligeira avançou a presença dos fundos de pensões, nas carteiras das SGP: 1,92%. No final de março os fundos de investimento já “valiam” muito perto de 1,06 mil milhões de euros.

Seguradoras continuam a arrecadar o “bolo” quase total

Embora as seguradoras continuem a ser o tipo de cliente com mais expressão dentro do negócio de gestão de patrimónios – representando mais de 66,2% do total de montante investido – o seu montante sob gestão caiu ligeiramente no mês em causa. As seguradoras residentes mantêm-se no lugar de cliente com mais representação nas carteiras geridas pelas gestoras de patrimónios.  

Grafico_patrmonios

Fonte: APFIPP, 31 de março

Notícias relacionadas

O Mais Lido