Fund MiX do Banco BiG alarga a oferta de entidades e temas


O Banco BiG tinha inovado, em Abril deste ano, com o lançamento de cabazes de fundos previamente seleccionados pela equipa de gestão de activos. Os Fund MiX, assim designados pela entidade, são cabazes de fundos diversificados que procuram oferecer retornos atractivos com um risco devidamente balanceado e disponíveis para vários segmentos de investidores.

Numa entrevista à Funds People aquando do lançamento dos primeiros cabazes Rui Broega, director da gestão de activos do Banco BiG, tinha referido tratar-se de “um serviço e uma estratégia de longo prazo”. A afirmação confirma-se, ainda mais, através de uma oferta crescente e cada vez mais alargada. Assim, nos Fund MiX Entidade, além das gestoras internacionais presentes desde o início – Pioneer, Amundi, Fidelity e Invesco - hoje contam-se mais três entidades – Threadneedle, BNY Mellon e ING IM.

O cabaz Threadneedle apresenta os fundos Global Equity Income, com um peso de 35%, o Global Asset Allocation com 25%, o IF European Select e o Global Emerging-Markets Short-Term Bond, ambos com 20% de peso nesta alocação. A BNY Mellon apresenta um mix de fundos que contempla acções de geografias específicas como Brasil (Brazil Equity Fund) e Ásia (Asian Equity Fund) e dois fundos de dívida emergente, um denominado em dólares e outro em moeda local (Emerging Markets Debt Local Currency e Mellon Emerging Markets Debt USD Fund).

A gestora holandesa, ING IM, escolheu os fundos de ‘high dividend’ e ‘high yield’, ING (L) Renta Fund Global High Yield X CAP Eur Hedged e ING (L) Invest US High Dividend X CAP Eur Hedged, cada um com 25% de peso individual na alocação. A juntar a estes, também com um peso de 25%, incluiu um fundo nicho que investe em produtos de luxo, o ING (L) Invest Prestige & Luxe X CAP Eur e, por último, o ING (L) Renta Fund World X CAP EUR Hedged, que investe no mercado global de taxas de juro. O cabaz do ING procura rendimentos, através dos dividendos das acções e os cupões das obrigações como suporte, aposta na retoma da economia norte-americana e no consumo interno em mercados emergentes e no valor defensivo de um portefólio activo e flexível de dívida global.

Nos cabazes temáticos, existe um novo composto por fundos que investem em metais preciosos e, mais especificamente, ouro. O Fund MiX Ouro é composto pelos fundos BlackRockWorld Gold Fund (Hedged) e Pioneer Funds Gold and Minning com 40% de peso cada um e os restantes 20% estão alocados no Invesco Gold & Precious Metals.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente