Tags: Obrigações | Ações | EUA |

"Falar de precipícios e tectos não deve distrair: a procura interna dos EUA recupera-se"


Nos mercados financeiros, não são poucas ocasiões em que a visualização do caminho fica nublada. Talvez este seja um desses momentos. Neste sentido, os EUA poderiam ser um caso claro. "Falar sobre precipício fiscal e tecto da dívida pode distrair os investidores do facto de que se verifica uma recuperação real da procura doméstica nos EUA, impulsionada por uma procura contida e apoiada pelo crescimento do emprego e de baixas taxas de juros", dizem os analistas da J.P. Morgan Asset Management, num recente relatório sobre perspectivas de mercado .

A gestora norte-americana explica que no sector automóvel, por exemplo, os veículos mais antigos estão finalmente a ser substituídos e os condutores mais jovens estão a comprar a sua primeira viatura, após quatro anos de incerteza. No sector imobiliário, os preços da habitação estão a subir, enquanto o excesso de oferta diminui. "A população tem crescido nos últimos anos, mas a formação de novas famílias situa-se abaixo da média. Não há nada de novo nisto, a procura contida das famílias sempre foi um forte estímulo para a recuperação após longos períodos de fraqueza económica ", diz a entidade.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido