Tags: Negócio |

FIM: LYNX Asset Managers foi a gestora que mais cresceu em março


No âmbito dos FIM, a sociedade gestora com maior volume de ativos sob gestão continua a ser a Caixagest com 4 007,4 milhões de euros, o que reflete quota de mercado de 34,3%, segundo dados da APFIPP. Na mesma linha seguem-se a BPI Gestão de Activos, com 2 799,3 milhões de euros e uma quota de 24,0%, e a Santander Asset Management com 1 916,1 milhões de euros e com uma quota de 16,4%.

Em março, a sociedade que registou maior crescimento foi a LYNX Asset Managers com 7,2% (0,9 milhões de euros) em termos percentuais. Uma vez mais, em termos absolutos, foi a Caixagest que se destacou com 44,2 milhões de euros (1,1%).

A Invest Gestão de Ativos foi a sociedade gestora que registou o maior crescimento desde o início do ano em termos percentuais.

Desde o início do ano, a Invest Gestão de Activos foi a sociedade gestora que registou o maior crescimento em termos percentuais com 18,0% (8,1 milhões de euros). Em valores absolutos, com 262,1milhões de euros (7,0%), o maior aumento pertenceu à Caixagest.

Captura_de_ecra__2019-04-29__a_s_11

Fonte: APFIPP

No mês em análise, a GNB foi a sociedade gestora que registou o maior saldo de subscrições menos resgates, com 20,3 milhões de euros. Seguem-se a BPI Gestão de Activos, com 13,0 milhões de euros, e a Caixagest, com 7,0 milhões de euros.

A Caixagest é a sociedade gestora que regista o maior volume de subscrições líquidas positivas desde o início do ano, totalizando 100,2 milhões de euros. De seguida surgem a GNB, com 43,4 milhões de euros, e a Invest Gestão de Activos, com 5,1 milhões de euros.

Captura_de_ecra__2019-04-29__a_s_11

Fonte: APFIPP

Empresas

Notícias relacionadas