Tags: Negócio |

Europa segundo maior mercado a nível mundial na gestão de activos


O montante total de activos sob gestão ascendeu a 14.000 milhões de euros, o que representa 104% do PIB total europeu, no final de 2010. Desta forma, a Europa constitui o segundo maior mercado a nível mundial no que refere à gestão de activos.
Os mandatos de gestão discricionária alcançavam 7.100 milhões de euros (50,8% do total de activos sob gestão), enquanto que a gestão em fundos de investimento registavam os restantes 6.900 milhões de euros (49,2%).
No final de 2010 estavam registados na Europa mais de 3.100 sociedades gestoras que empregavam de forma directa mais de 85.000 trabalhadores. A EFAMA estima que a actividade de gestão de activos na Europa gera, ainda, mais de 390.000 empregos indirectos, o que, totaliza 475.000 postos de trabalho associados ao sector.
A gestão de activos desempenha um papel fundamental no financiamento da economia europeia, contribuindo, desse modo, para o seu crescimento: as gestoras europeias mantinham em 2010 em carteira 23% em obrigações cujos emitentes são da zona euro e 31% em acções de empresas, também, da zona euro.
A actividadee de gestão de activos encontra-se concentrada num número reduzido de países, apenas três, Reino Unido, França e Alemanha, acumulam 65% do total de activos sob gestão.
Os investidores institucionais são os maiores clientes da gestão de activos, representando 69% do total de activos sob gestão. Seguem-se as seguradoras e fundos de pensões com 42%, correspondendo a 27% do total de activos geridos.
Obrigações e acções mantêm-se como activos preferenciais de investimento por parte dos gestores. A exposição em taxa fixa na gestão discricionária de carteiras alcança os 54% do total de investimento (comparando com 32% alocados a fundos de investimento). A exposição a acções nas carteiras de gestão discricionária atinge os 29% (comparando com os 33% investidos em instituições de investimento colectivo).