Eurogrupo dá ‘luz verde’ a nova tranche para Portugal


O Eurogrupo aprovou ontem à noite uma nova tranche do programa de assistência financeira a Portugal, assim como o novo prazo para cumprimento das metas do défice, que sido acordado com a Troika no âmbito da quinta revisão do plano.

“Na sequência da conclusão dos procedimentos relevantes a nível nacional,o Eurogrupo aprovou o próximo desembolso de EFSF de 800 milhões de euros e espera a adopção pelo Ecofin dos textos legais que abram caminho ao desembolso de dois mil milhões de euros pelo EFSM e à aprovação da tranche de 1,5 mil milhões de euros pelo conselho executivo do FMI no final do mês”, refere no comunicado.

Os ministros das Finanças da Zona Euro, reunidos no Luxemburdo, saudaram a conclusão da quinta revisão do programa de ajustamento pela Troika e manifestaram concordância com o acordo alcançado entre as autoridades e a Troika, quanto aos prazos orçamentais revistos”.
No mesmo comunicado, o Eurogrupo destaca a acção do governo na substituição da alteração das contribuições para a Segurança Social inicialmente proposta, por medidas alernativas, e diz notar “ com satisfação, que a preparação activa do governo para um regresso aos mercados financeiros em 2013, foi  recentemente  conseguida com sucesso”.