EuroBic: das negociações com o ABANCA ao posicionamento das soluções de investimento


É o fim da linha nas negociações entre ABANCA e EuroBic. Apesar de ter sido anunciado em fevereiro, por parte da instituição espanhola, um acordo de aquisição de 95% do banco português a mesma não vai seguir a avante. Na nota de imprensa emitida pelo banco galego pode ler-se que, “apesar de ter dedicado esforços e recursos significativos à aquisição do banco português EuroBic”, o ABANCA foi “forçado hoje a desistir da operação, uma vez que as condições acordadas para o referido objetivo não foram cumpridas”.

Conforme ressalvam na referida comunicação, o acordo divulgado em fevereiro estava sujeito ao cumprimento de determinadas condições, tal como é comum neste tipo de operações. Esta decisão já foi posteriormente comunicada ao Banco de Portugal. Em nota o supervisor esclarece que, apesar de “um dos acionistas de referência ter, como é público, as ações sob arresto”, os demais acionistas, “titulares de 57,5% do capital, mantêm o exercício pleno dos seus direitos, sendo responsáveis por assegurar que o EuroBic continua a desenvolver normalmente a sua atividade”.

Gestão de ativos e de patrimónios pós-confinamento

Em termos de distribuição e gestão de ativos, os produtos do EuroBic registaram, de forma geral uma descida nos ativos sob gestão entre o início do ano e final do trimestre/final de maio. Relembramos as entidades responsáveis pela gestão das estratégias da entidade bancária são a Dunas Capital, a Dunas Capital com advisory da Tagus Investimentos, a Nevastar Finance com advisory da AZ Quest Investimentos (EuroBic Obrigações Globais, domiciliado no Luxemburgo) e a IM Gestão de Ativos.

Eurobic_fundos

(Clique na imagem para ampliar)

No âmbito da gestão de patrimónios, no final do primeiro trimestre de 2020 o Banco EuroBIC já não apresentava qualquer valor sob gestão nas estatísticas da CMVM, enquanto que o ABANCA agregava 26,2 milhões de euros.

EuroBic_QM

(Clique na imagem para ampliar)

Por fim, na distribuição de fundos de terceiros, o EuroBic detinha no final de março um total de 17,5 milhões de euros distribuídos em fundos de investimento estrangeiros. No sentido oposto, o ABANCA permaneceu como a maior distribuidora de estratégias domiciliadas fora de portas, a operar em Portugal, com 1 141,6 milhões de euros distribuídos.

EuroBic_QM_2

(Clique na imagem para ampliar)

De recordar também que o EuroBic distribui os fundos mobiliários da IMGA, mas também de quatro entidades gestoras internacionais: Fidelity InternationalPIMCOBlackRock e Jupiter AM, segundo o site da entidade. No campo dos fundos imobiliários, o banco distribui os fundos CORUM e CORUM XL da entidade gestora CORUM AM.

Por fim, ainda no campo das soluções de investimento, o EuroBic distribui também o Seguro de Poupança PPR EuroBic Mais, um produto da Victoria Seguros. Neste contexto, o ABANCA distribuiu dois seguros PPR da Lusitania Seguros: o Lusitania Poupança Reforma PPR e o Lusitania PPR Rendimento Total

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido