Tags: ETF |

ETF mais subscritos: Portugal e Turquia entre as regiões mais procuradas em outubro


Num mês marcado pelos movimentos negativos registados por alguns dos mercados acionistas mundiais, diversidade parece ser a palavra que caracteriza a lista de ETF mais negociados por parte dos investidores do ActivoBank e do Banco Best. Este é um dos pontos destacados por Bruno Pinhão, do ActivoBank, que refere que as opções dos investidores da entidade “não tiveram uma estratégia definida, sendo evidente que foram tomadas diversas estratégias de abordagem a um mês pautado por quedas expressivas”.

Assim, nesta lista constam ETF que tiram partido da valorização de índices, do ouro e sectores como o financeiro ou retalho. Por outro lado, “a falta de consenso foi também dividida no que toca à alavancagem com cinco dos dez ETF mais negociados a recorrerem a esta característica”, indica o profissional. Outro aspeto relevante apontado por Bruno Pinhão é a negociação de alguns ETF “numa abordagem de curto prazo e sobretudo intraday”.

Investidores do Banco Best apostam na recuperação das 20 maiores empresas turcas

Do lado dos clientes do Banco Best, a lista de ETF mais subscritos em outubro demonstra um domínio claro de índices de ações, com a presença de apenas uma estratégia que procura seguir o mercado obrigacionista. Trata-se do iShares € Govt Bond 15-30yr, um produto “que procura investir em dívida de governos europeus de muito longo prazo, com uma maturidade entre os 15 e 30 anos”, explica Rui Castro Pacheco, diretor adjunto de investimentos da entidade.

Quanto às restantes estratégias, os investidores procuraram exposição ao índice global de ações MSCI World, “na versão com cobertura cambial, com o iShares MSCI World EUR Hedged”. Em termos de regiões em particular, “com uma preferência algo genérica”, a procura recaiu sobre as 50 maiores empresas europeias, através do iShares EURO STOXX 50 e pelas 600 maiores empresas europeias, através do iShares STOXX Europe 600. Também o mercado americano surge em destaque, com a presença do Vanguard S&P500.

A procura por países – com a presença do iShares Core DAX e do ComStage PSI20 – e sectores – com o iShares EURO STOXX Banks 30-15 – em específico no espaço europeu foi outra das tendências. Para além destes, também o mercado turco consta na lista de preferências dos investidores do Banco Best, que “parecem apostar na recuperação do índice de ações da Turquia, e em particular das suas 20 maiores empresas”, com o Lyxor Turkey (DJ Turkey Titans 20).

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Íñigo Escudero (Invesco): “Somos o quarto fornecedor de ETFs do mundo e queremos situar-nos no mercado ibérico da forma que nos corresponde”

Numa entrevista à Funds People, o diretor de Vendas e de Serviço ao Cliente da Invesco para a Península Ibérica e América Latina, e Laure Peyranne, recém nomeada responsável de ETFs para a Península Ibérica e América Latina, explicam o que a gestora acrescenta de novo para o investidor ibérico no âmbito da gestão passiva.

Anterior 1 2 3 Siguiente

O Mais Lido