Tags: Negócio |

ETF de ações entre os mais negociados de abril


Das análises de Bruno Pinhão, gestor de produto, do ActivoBank, e de Rui Castro Pacheco, diretor adjunto de investimentos do Banco Best, ao mês de abril podemos concluir que grande parte dos ETF mais negociados em ambas as entidades são de ações. Já a nível sectorial os clientes das duas entidades tiveram opiniões distintas.

Preferências dos clientes do ActivoBank

No que diz respeito às decisões de investimento tomadas pelos clientes do ActivoBank, em abril, estas  “revelaram confiança e sentimento positivo, em linha com o mercado”. “Na negociação de ETFs, o sentimento “bullish” está presente em todos os ETFs, aos quais foi escolhida por unanimidade uma alavancagem a 3X”, menciona Bruno Pinhão.

O especialista, ainda, que “entre as escolhas estão ETFs que tiram partido da valorização de sectores como a tecnologia, financeiras ou energia. Índices acionistas e emergentes foram outros dos sectores que obtiveram a preferência dos investidores de ETFs durante o mês de abril”.

Preferências do Banco Best

Relativamente os clientes do Banco Best, Rui Castro Pacheco, explica que entre os dez ETF mais negociados, nove seguem índices dos mercados acionistas, com mais um ETF também a seguir um índice global de ações. O profissional menciona que no mês de abril  “o ETF mais negociado é um ETF sobre um índice generalista de ações, o Vanguard Total World Stock Index, a reforçar o bom momento que esta categoria de ativos tem apresentado neste início de ano”.

Já em termos regionais as preferências dos investidores do Banco Best incidiram sobre os EUA e a Europa com os ETF iShares S&P 500 EUR Hedged e o iShares EURO STOXX. O especialista revela que “ainda dentro da temática regional, podemos encontrar ETFs que procuram seguir ações da Europa de Leste, China e Mercados Emergentes de forma mais genérica”. Em termos sectoriais foi o ouro a destacar-se em abril com o ETF VanEck Vectors Gold Miners.

Quanto ao único ETF neste ranking que segue um obrigações, o ETF iShares $ Treasury Bond 7-10yr, Rui Castro Pacheco revela que este se dedicado ao “investimento em dívida governamental americana com maturidade entre os 7 e os 10 anos, que é cotado em USD e distribui rendimentos periódicos”.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas