Tags: Estilo |

"Esta Terra é Nossa"


Membros da Frente Nacional mostraram-se críticos antes mesmo da sua estreia em França, em fevereiro, a dois meses das eleições. “Chez nous” (título original) chega agora às salas portuguesas, a poucos dias da primeira volta das presidenciais francesas.

A controvérsia em torno da obra do cineasta belga Lucas Belvaux deve-se ao facto de uma personagem, interpretada por Catherine Jacob, apresentar semelhanças claras com a líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen. Acusado de fazer propaganda negativa em época de campanha eleitoral, este é um filme que conta a história de uma enfermeira no norte de França que é abordada para ser candidata do partido “Bloco Patriótico”. Na liderança desse movimento nacionalista de direita está uma mulher loira, poderosa, com parecenças físicas que tornam difícil a desassociação da real candidata francesa.

Lucas Belvaux, o realizador do filme, já reagiu, refutando as acusações de que está a influir na cena política francesa. Mas isso não afasta a polémica em torno da obra que promete levar muitas pessoas ao cinema.

“Chez nous” ou “Esta Terra é Nossa” estreia esta quinta feira, dia 20, nas salas nacionais.

Notícias relacionadas

O Mais Lido