Tags: Negócio |

Esta semana vou estar de olho nos Flash PMI


(O contributo desta semana é da autoria de Eliana Ferreira, economista da Caixa Gestão de Ativos)

PMI da indústria da Área Euro

pmi

Fonte: IHS Markit

Legenda: Valores acima de 50 indicam expansão, abaixo de 50 contração e iguais a 50 sem alteração face ao mês anterior.

O foco desta semana será a publicação do PMI (Purchasing Managers’ Index) preliminar da indústria e dos serviços, em especial os da Área Euro. Estes indicadores constituem um dos dados mais importantes para analisar a atividade económica em “tempo real”, dado ser de divulgação mensal, com reduzido desfasamento temporal face ao período em análise e pela riqueza de informação (composto por rubricas de produção, de novas encomendas, de emprego, de preços, entre outras). Por estes motivos são recorrentemente utilizados pelos bancos centrais e podem provocar reações significativas nos mercados financeiros.

Por exemplo, o PMI da indústria da Área Euro sinalizou o abrandamento económico da região logo no início do ano transato e que esta fraqueza era oriunda da indústria e do comércio global, áreas mais expostas à atividade económica global (salientando-se o PMI da indústria da Alemanha e a deterioração das rubricas de novas encomendas), o que contrastava com a resiliência do setor dos serviços, que por sua vez é mais dependente da economia doméstica. Esta dicotomia foi sendo realçada pelo BCE e pelas várias instituições internacionais nos seus relatórios de perspetivas económicas (OCDE, FMI, Comissão Europeia). Contudo, esta divergência não era considerada sustentável e um dos sinais de alerta seria a rubrica de emprego do PMI da indústria indicar redução de postos de trabalho e, que sendo prolongada, acabaria por afetar também o setor dos serviços. Atualmente já existem indícios deste contágio, com a referida componente do emprego em contração há seis meses consecutivos e a notar-se um arrefecimento mais pronunciado no PMI dos serviços. Este facto foi mencionado na última reunião do BCE (corroborando a sua decisão para estímulos adicionais) e no último relatório de perspetivas económicas da Área Euro pela Comissão Europeia (que já não aponta para uma recuperação económica da região, mas para uma estabilização).

Desta forma, o PMI que será publicado esta semana poderá fornecer informações relevantes acerca da extensão do contágio ao setor dos serviços (importante olhar também para a rubrica de emprego deste setor) e de uma possível estabilização, embora em níveis baixos, da vertente industrial.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

Próximos eventos