Tags: Negócio | Europa | EUA |

Esta semana vou estar de olho… nos dados económicos dos Estados Unidos, em especial no discurso do presidente da Fed


(O 'Esta semana vou estar de olho em...' desta semana é da autoria de António Mello Campello, partner da Bluecrow Capital)

Depois da subida generalizada das Ações dos Estados Unidos até meados de Setembro, independentemente da intensificação da disputa comercial entre os EUA e a China, mas com o fundamento da melhoria das condições de base da NAFTA, chegamos a uma semana onde se irão destacar vários dados económicos relevantes, que poderão afetar principalmente o mercado americano e alguns mercados emergentes mais endividados.

Toda a nossa atenção estará focada nas notícias que irão envolver a decisão do FED em manter ou subir a taxa de juro diretora para a economia americana, mas acreditamos que mais importante ainda será o discurso do seu presidente, em especial no que respeita ao outlook económico para a, ainda, maior economia do mundo, face a uma continuada “guerra” comercial com a China. Os últimos comentários do Presidente Trump ao último outlook económico do presidente Powell irão ser reavaliados, em especial a capacidade de a FED se manter independente do poder político.

Acreditamos que a economia americana continuará a crescer a uma taxa bastante elevada, o que irá aumentar a pressão nos preços e nos salários. As tarifas comerciais costumam também favorecer o aparecimento de inflação, colocando a FED numa posição difícil, entre a sua independência e uma política mais agressiva, ou apaziguar o poder político.  

Outros dados relevantes serão os IFO na Alemanha, que poderão por alguma pressão na politica monetária na zona Euro. Os índices de confiança na zona Euro poderão também trazer algumas novidades. A política monetária na Europa está a normalizar, o que poderá implicar uma reversão na valorização do USD, piorando o rácio de troca deste bloco com os restantes mercados. As conversações sobre o Brexit parecem estar a sortir algum efeito, pelo menos no que toca a uma aproximação dos interesses entre todos os players, veremos na próxima semana qual o impacto de um desfecho terá no mercado.

Adicionalmente aos dados económicos iremos ter alguns feedbacks sobre as novas politicas comerciais na américa do norte, em especial depois de alguns comentários mais apaziguadores por parte do Canadá, iremos ter a entrada em vigor de um grande conjunto de novas tarifas apresentadas esta semana e irá começar o “jogo” politico para a escolha do novo presidente do BCE, que pela sua relevância em termos financeiros, poderá fazer mexer o mercado.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 3 4 Siguiente

O Mais Lido

Próximos eventos