Tags: Europa |

Esta semana vou estar de olho no Reino Unido, em Itália e nos PMI da Zona Euro


(O 'Esta semana vou estar de olho em...' desta semana é da autoria de André Pinto, selecionador da BPI Gestão de Activos)

Um antigo primeiro ministro britânico uma vez disse que uma semana é demasiado tempo em política. Theresa May pode mesmo dizer que um dia é demasiado tempo em política. A meio da semana passada, a primeira ministra britânica tinha chegado a acordo com a União Europeia para os termos do Brexit, no entanto, no dia seguinte, as boas notícias foram rapidamente ultrapassadas pelas várias demissões que ocorreram e pelo aparecimento da possibilidade de uma moção de censura que necessita ainda de 48 assinaturas. A verdade é que o risco do Brexit está para ficar, pelo menos até termos alguma visibilidade no que poderão vir a ser as condições finais do acordo (ou do não acordo). Durante a próxima semana estaremos atentos ao evoluir da situação, que poderá culminar no sábado com uma reunião de emergência entre o Reino Unido e a União Europeia.

Os próximos desenvolvimentos da saga que coloca frente-a-frente a Itália e a União Europeia poderão acontecer esta semana. Durante a semana passada, o governo Italiano submeteu de novo à União Europeia o orçamento para 2019 com os mesmos pressupostos de crescimento e de deficit orçamental que tinha apresentado inicialmente (crescimento de 1.5% e deficit de 2.4%). É expectável que 4ª feira a União Europeia emita uma avaliação sobre esta nova proposta, onde poderão constatar que Itália está a violar as regras de endividamento, aumentando a probabilidade de aplicar pela primeira vez sanções económicas a um estado-membro.

A próxima semana será bastante tranquila em termos de dados económicos, no entanto, no final da semana, teremos o PMI preliminar da Zona Euro que poderá desvendar um pouco o que esperar para o último trimestre do ano. O valor do PMI de outubro caiu para o valor mais baixo dos últimos dois anos e espera-se que o valor de novembro continue a deteriorar-se e caia para 53.0 (vs. 53.1 em outubro). Adicionalmente, teremos a segunda leitura do PIB da Alemanha para o 3º trimestre, que poderá confirmar uma contração de 0.2% face ao trimestre anterior. Com a economia da Zona Euro a perder algum momentum, estaremos bastante atentos às minutas da reunião do BCE de outubro que irão ser divulgadas na 5ª feira.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 3 Siguiente

Próximos eventos