Esta semana vou estar de olho... na evolução do número de novos casos de COVID-19 na Europa


(O 'Esta semana vou estar de olho em...' desta semana é da autoria de Mário Carvalho Fernandes, CFA, Chief Investment Officer do Banco Carregosa.)

Decorridos alguns dias após a reintrodução de novas medidas de confinamento nos diversos países europeus, em reação à segunda vaga da pandemia, ao longo da próxima semana será possível ter uma melhor perceção se essas medidas, já estão a produzir resultados suficientes ou se pelo contrário devem ser reforçadas.

Os impactos económicos da pandemia serão tanto mais severos quanto mais restrições forem impostas. Durante a primeira vaga a Europa foi um dos primeiros continentes a entrar em confinamento completo tendo sido rapidamente seguida pelo resto do mundo, que em meados de maio, se encontrava praticamente confinado na sua totalidade. O impacto na economia foi severo e esperava-se que não fosse necessário recorrer a esse grau de restrições. A próxima semana será essencial para perceber se é possível obter um novo planalto no número de novos casos, com o conjunto atual das medidas em vigor, ou se novas medidas serão necessárias para manter a capacidade de resposta dos serviços de saúde em níveis satisfatórios.

Um agravamento do nível de afluência às urgências de casos suspeitos de COVID-19, eventualmente coincidentes com casos de gripe sazonal, pode levar à necessidade de apertar um pouco mais o conjunto de medidas e ter um impacto negativo ao nível do sentimento dos investidores nos mercados acionistas, em especial se não forem acompanhadas de novas medidas de apoio à atividade económica.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

Próximos eventos