Tags: Europa | EUA |

Esta semana vou estar de olho... em importantes dados económicos da Europa, EUA e África


(O 'Esta semana vou estar de olho em...' desta semana é da autoria de Carla Brito Fonseca, portfolio manager da BPI Gestão de Activos)

 

Apesar do período estival, serão divulgados esta semana vários dados económicos relevantes a que vale a pena estar atento. Na União Europeia destacam-se os números da produção industrial de Junho, que se espera em ligeira alta em França e Espanha mas em queda na Alemanha. Também as encomendas à indústria na Alemanha deverão apresentar uma redução face ao mês anterior, o que reforça a percepção de que o crescimento do PIB naquele país não terá acelerado de forma significativa no segundo trimestre. O BCE publicará o seu Boletim Económico e será divulgado o valor do Indicador Sentix de Confiança dos Investidores. A expectativa do mercado é de que o Sentix apresente um valor de 13.4, superior ao anterior 12.1 e reforçando a inversão da tendência negativa que se tem verificado desde o início de 2018. Teremos ainda a divulgação do Business Sentiment em França, relativo ao mês de Julho, que se espera inalterado face ao número anterior. Será também conhecido o desemprego em Portugal no segundo trimestre. No que diz respeito a dados empresariais, serão divulgados os resultados de várias financeiras, nomeadamente a Munich Re e o HSBC.

No Estados Unidos, destaque para os dados do emprego e índice de preços no produtor, que serão conhecidos na 5ª feira. No Japão será divulgado o PIB e seus componentes no segundo trimestre do ano, enquanto a China tornará públicos os números relativos às reservas externas, balança comercial e inflação.

Nos mercados africanos, destaque para a divulgação da produção manufatureira de Junho e confiança empresarial de Julho na África do Sul. Esta última tem vindo a contrair após o período inicial de otimismo que se seguiu à ascensão ao poder do presidente Cyril Ramaphosa. A época de apresentação de resultados dos bancos sul africanos arranca também esta semana, com a divulgação dos números do Absa. Estaremos atentos à inflação core no Egipto, que, encorajadoramente, tem estado em queda acentuada. O Banco Central interrompeu o movimento de corte de taxas em antecipação da retirada de subsídios à compra de combustíveis e tendo em consideração a subida do preço do petróleo. É, no entanto, expectável que o ciclo de corte de taxas seja retomado em 2019. Seguiremos também com atenção a evolução da situação pós-eleitoral no Zimbabwe, país em que o presidente incumbente e sucessor de Mugabe foi eleito com 50.8% dos votos. A oposição anunciou já que contestará legalmente os resultados, tendo-se registado alguns protestos nas ruas.

 

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido