Esta semana vou estar de olho na reunião da Reserva federal norte-americana


(O contributo desta semana é da autoria de Duarte Rodrigues, portfolio manager da BPI Gestão de Activos.)

Não se esperam grandes surpresas na reunião de janeiro da Reserva Federal norte-americana. O mercado ainda antecipa um corte de taxa em 2020, ainda que se espere uma subida na taxa de juro das reservas excedentes (IOER), que pode até acontecer nesta reunião. Embora o mercado espere um corte de taxa (com ajuste no IOER), a mediana dos DOTS não prevê alterações na taxa de juro dos FED Funds em 2020 e antecipa uma subida em 2021. Esta desconexão entre as expectativas dos investidores e os membros da FED, não é incomum, e poderá espelhar alguma preocupação dos investidores relativamente ao comportamento da economia norte-americana.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido