Tags: Obrigações |

Esta é a entidade que apresenta a maior quota de mercado dos fundos de obrigações


Depois da análise às quotas de mercado das entidades nacionais nos segmentos allocation e equity, chegou a hora de olharmos para a sua ordenação no segmento fixed income. Curiosidade: a liderança é ocupada por uma entidade diferente dos segmentos anteriores. Importa recordar que as categorias tidas em conta são as categorias definidas pela Morningstar, uma vez que a análise é suportada nos dados disponíveis na plataforma Morningstar Direct.

A categoria fixed income é composta por 29 produtos diferentes, divididos por 10 entidades diferentes. Olhando para a oferta de produtos existente, verificamos que a subcategoria que maior número de veículos de investimento apresenta é a de Euro Fixed Income: 24. As restantes subcategorias são Other Fixed Income e High Yield, que contam com apenas três e dois produtos, respetivamente.

E a entidade líder é...

Se a Santander Asset Management é a entidade que apresenta maior quota de mercado no segmento allocation e a Caixagest aquela que maior quota de mercado detém no segmento equity, a entidade líder neste segmento é outra. Com mais de 974 milhões de euros em fundos de obrigações, a BPI Gestão de Activos é aquela que maior quota de mercado apresenta neste segmento: 35,53%. São dois os fundos que contribuem para esta liderança, embora um apresente maior preponderância que o outro. Falamos do BPI Reforma Segura PPR e do BPI Obrigações Mundiais - dois fundos que ostentam o selo Blockbuster Funds People -, cujo volume de ativos sob gestão é de 760,52 milhões de euros e de 164,47 milhões de euros, respetivamente.

A entidade que se segue é a IM Gestão de Ativos, cujo montante em fundos de obrigações ascende a 602,38 milhões de euros. Esta apresenta, assim, uma quota de mercado de 21,96%, sendo que os fundos IMGA CA Rendimento, que ostenta os selos Blockbuster e Consistente Funds People, e o IMGA Euro Taxa Variável, classificado com o selo Blockbuster Funds People, são os dois que mais contribuem para esta percentagem, com um volume de ativos sob gestão de 332,54 milhões de euros e de 179,99 milhões de euros, respetivamente.

O terceiro lugar pertence à Caixagest, que detém uma quota de mercado bastante próxima da IM Gestão de Ativos. Isto porque apresenta um volume superior a 594 milhões de euros alocados a fundos de obrigações, detendo, assim, uma quota de mercado de 21,68%. Os fundos Caixagest Obrigações (que conta com um património sob gestão de 295,76 milhões de euros) e Caixagest Obrigações Mais (com 236,79 em ativos sob gestão), dois produtos que ostentam o selo Blockbuster Funds People, são os fundos que maior preponderância apresentam.

Entidades onde o segmento apresenta maior preponderância no AuM total

As três entidades nas quais o segmento fixed income tem maior preponderância no volume de ativos sob gestão total são, por esta ordem, a Bankinter Gestão de Activos, a GNB Gestão de Ativos e a Lynx Asset Managers. Enquanto que no caso da primeira o volume total em fundos de obrigações é superior a 45 milhões de euros, pesando quase 43% no AuM total da entidade, no caso da segunda o peso é de 41,74% - resultante de um volume total em fundos de obrigações de 146,12 milhões de euros. Já a Lynx Asset Managers apresenta um total de 4,88 milhões de euros em fundos de obrigações, o que faz com que este segmento apresente uma preponderância de 36,75% no volume de ativos sob gestão total.

Quota de mercado das entidades nacionais na categoria fixed income

Captura_de_ecra__2018-04-09__a_s_16

Fonte: Morningstar Direct, fevereiro de 2018

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido