Espírito Santo Obrigações Europa é o fundo nacional mais rentável desde inicio da crise internacional


Com 28,5 milhões de euros sob gestão, o Espírito Santo Obrigações Europa tem uma carteira composta maioritariamente por obrigações soberanas. Desde o lançamento, 26 de Janeiro de 1994, o fundo apresenta uma rendibilidade de 5,49%, segundo a própria sociedade gestora, tendo a 5 anos a melhor rendibilidade de todos os fundos nacionais, 7,4%, de acordo com últimos dados de rendibilidades da APFIPP, referentes a 20 de Julho. 

As cinco maiores posições do fundo são obrigações alemãs 3,25% (21,36%), obrigações portuguesas 4,95% (19,16%), obrigações alemãs 0,755 (8,92%), bilhetes do tesouro da República Francesa 0,75 11-09/14  (8,87%) e obrigações portuguesas 4,75% (8,53%). 

O fundo incorporou por fusão, em 12 de Julho, o fundo Espírito Santo Obrigações Global. "Com esta fusão, a ESAF pretende focar e orientar a oferta claramente para um só fundo onde as capacidades de gestão da sociedade ao nível da gestão de obrigações de taxa fixa, principalmente divida governamental, têm sido demonstradas e premiadas", refere a gestora no comunicado sobre a fusão dos dois fundos. 

Notícias relacionadas

O Mais Lido