ESMA alerta para os riscos e desafios no rating das obrigações CLO com o COVID-19


A expansão do COVID-19 poderá impactar o rating de obrigações CLO, segundo alerta a Autoridade Europeia de Mercados e Valores (ESMA). A autoridade publicou uma análise dos ratings de emissões de dívida colateralizada na União Europeia, na qual ressalta algumas preocupações de supervisão e riscos associados com a classe de ativos. “A pandemia apresenta riscos significantes para os instrumentos CLO, que vão pôr à prova o rigor das metodologias de rating em resposta à mudança de circunstâncias”, afirma Steven Maijoor, de ESMA.

A entidade pede às agências de rating que continuem a elaborar de forma recorrente simulações de testes de stress com o objetivo de dar aos participantes de mercado a informação necessária sobre a sensibilidade das obrigações CLO a variáveis económicas chave afetadas pela pandemia.

Na sua supervisão dos ativos, a ESMA identificou uma série de fatores que podem apresentar riscos:

  1. A organização das agências de rating de crédito. O processo de rating das CLO e uma equipa de análise corporativa em todas as agências. Por isso, a ESMA considera crucial assegurar um intercâmbio fluído e consistente de informação entre ambos para identificar a tempo todos os riscos inerentes aos CLO.
  2. A interação com emissores de CLO. Como a eleição das agências de rating está nas mãos dos emissores e gestores dessa dívida, o ponto-chave é que as próprias agências assegurem a independência do seu processo de rating de influências das suas equipas comerciais e ou colocadores.
  3. Dependências de modelos ou de terceiros pode levar a potenciais riscos operacionais. A dependência de modelos de rating e dados proporcionados por terceiros, assim como a alta automatização dos processos representam riscos operacionais que as agências de rating devem monitorizar para evitar potenciais erros nos ratings.
  4. Influência de metodologias de rating, modelos de risco e influência comercial. A ESMA destaca a importância da transparência com os participantes do mercado nas limitações das abordagens metodológicas que, além disso, não deverão ser influenciados por interesses comerciais.
  5. Análise exaustiva das CLO. A ESMA vê como essencial que as agências monitorizem as tendências de mercado e elaborem análises exaustivas de todos os desenvolvimentos relevantes nos acordos contratuais dos CLO.

Pode ler aqui a análise completa da ESMA sobre os CLO.

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido