Tags: Negócio |

Entidades nacionais entre as maiores entidades gestoras do mundo


A indústria de gestão de ativos, em termos globais, percorreu um longo desde a crise financeira mundial. Hoje, é uma indústria que vale cerca de 65,7 biliões de euros – um crescimento bastante significativo tendo em conta os 26,5 biliões verificados no final de 2009. Os dados são do mais recente estudo elaborado pela Investment & Pensions Europe, que nos revela as 400 maiores entidades gestoras mundiais. De acordo com o mesmo, o percurso dos últimos dez anos da indústria de gestão de ativos tem estado associado ao crescimento do volume de ativos sob gestão, que, segundo o estudo, terá tendência para continuar. Sobre este aspecto, refere, ainda, que os estímulos do quantitive easing alteraram significativamente a dinâmica da oferta e da procura da indústria.

Para além disto, a contínua inovação ao nível dos produtos, o crescimento dos produtos indexados e do número de ETF disponíveis no mercado, bem como um maior debate relativamente ao papel do corporate governance e do stewardship do sistema financeiro e os desenvolvimentos tecnológicos são alguns dos factores destacados pela Investment & Pensions Europe.

Gigantes americanos lideram o top 10

Nas primeiras dez posições das maiores entidades gestoras do mundo encontramos uma predominância de uma região: os Estados Unidos. Assim, e sem ser surpreendente, os primeiros lugares são ocupados pela BlackRock (1ª), Vanguard (2ª), State Street Global Advisors (3ª), Fidelity (4ª) e BNY Mellon (5ª). Destaque para a única entidade de matriz europeia a figurar entre os dez maiores nomes, a Amundi, que ocupa o nono lugar.

Mas nem só de nomes estrangeiros é composta a lista, uma vez que as posições 339 e 343 são ocupadas por duas entidades de língua portuguesa. Respetivamente, falamos da BPI Gestão de Activos, que apresenta um volume de ativos sob gestão de 11.268 milhões de euros, e da GNB Gestão de Ativos, cujo património sob gestão ascende a 10.812 milhões de euros.

Ranking Entidade País  AUM Total 2018  AUM Total 2017
      31/12/17 (€m) 31/12/16 (€m)
1 BlackRock US/UK 5,315,409 4,884,550
2 Vanguard Asset Management US/UK 4,090,010 3,727,455
3 State Street Global Advisors US/UK 2,316,533 2,340,323
4 Fidelity US 2,003,270 2,129,650
5 BNY Mellon Investment Management  US/UK 1,585,920 1,518,420
6 Capital Group US 1,504,359 1,401,780
7 J.P. Morgan Asset Management US/UK 1,471,226 1,479,125
8 PIMCO US/Ger/UK 1,462,446 1,406,350
9 Amundi France 1,426,107 1,082,700
10 Prudential Financial US 1,160,583 1,201,082
11 Legal & General Investment Management UK 1,107,666 1,047,470
12 Goldman Sachs Asset Management International US/UK 1,073,769 1,116,606
13 Wellington Management International US 899,647 928,38
14 Natixis Investment Managers France/US 830,847 831,501
15 T. Rowe Price US/UK 825,368 768,711
16 Nuveen US/UK 810,047 838,437
17 Northern Trust Asset Management US/UK 800,644 -
18 Invesco US/UK 780,714 771,233
19 AXA Investment Managers France 745,912 699,628
20 DWS - Deutsche Asset Management Germany 701,736 705,867
21 Affiliated Managers Group US 696,554 689
22 UBS Asset Management Switzerland/UK 663,562 612,754
23 Insight Investment* UK 658,905 612,719
24 Sumitomo Mitsui Trust Bank Japan 656,45 659,18
25 Aberdeen Standard Investments UK 648,519 -

Posição das entidades nacionais no ranking

Captura_de_ecra__2018-07-03__a_s_16

Fonte: IPE, junho de 2018

Nota: Os dados foram compilados através de questionários extensivos enviados a gestores de ativos. Nos casos de resposta inexistente, entradas mais reduzidas de dados foram compiladas através de fontes já existentes ou públicas. Os dados são referentes ao final de 2017, salvo indicação em contrário. Foram removidas as ocorrências de contagens duplas decorrentes de valores fornecidos por gestores de ativos e entidades aos quais pertencem. 

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente