Tags: Obrigações | Ações |

Energia puxa PSI 20 para subida de 1,9%


 

Na última sessão da semana, as valorizações entre as principais congéneres da bolsa portuguesa oscilaram entre 1,39% de Frankfurt e 2,75% de Madrid, com os mercados a receberem bem as novas medidas de estímulo à economia dos Estados Unidos anunciadas na quinta-feira pela Reserva Federal norte-americana.

Na Euronext Lisbon, a subida foi de 1,9% para 5.435,63 pontos, com apenas o BCP a contrariar a tendência e a fechar em queda, com uma desvalorização de 7,35% para 0,063 euros, no primeiro dia de negociação dos direitos ao aumento de capital.

Ainda no sector financeiro, o BPI ganhou 1,86% para 0,876 euros, o BES somou 1,94% para 0,683 euros, e o ESFG avançou 1,45% para 5,61 euros.

Mas o maior contributo para a valorização do PSI 20 foi protagonizado pelos títulos do sector energético, com a EDP a encerrar em alta de 3,94% para 2,297 euros – no dia em que regressou ao mercado de dívida internacional para se financiar -, a Renováveis a progredir 8,84% para 3,374 euros – liderando os ganhos no índice -, a Galp Energia a subir 2,5% para 13,12 euros e a REN a somar 0,2% para 2,044 euros.

Na área da TMT, a Sonaecom protagonizou a maior valorização, de 4,08% para 1,327 euros, tendo a Portugal Telecom e a Zon Multimédia avançado 1,0% e 0,09%, respectivamente, para 4,033 euros e 2,3 euros, respectivamente.

Referência ainda para a Altri, que terminou a sessão com um ganho de 5,42% e a cotar a 1,419 euros.

O Mais Lido