Tags: Alternativos |

Empresas “estão mais receptivas” à entrada de capital novo


O fundo de ‘private equity’ Atlas Capital, que iniciou actividade no final do ano passado, realizou já as primeiras aquisições, em empresas de sectores diversificados, num momento em que existe uma maior receptividade à entrada de capital.

Até ao momento foram realizados investimentos num montante na ordem dos cinco milhões de euros, referiu Gonçalo Pereira Coutinho, presidente do grupo Patris, à Funds People Portugal. O fundo entrou no capital de quatro empresas, de áreas de actividade tão distintas como prestação de serviços, agro-indústria, tecnologias da informação e eventos, adiantou, acrescentando que está previsto concretizar mais um investimento até final deste semestre. O Atlas Capital procura sobretudo “empresas que possam expandir-se para outros mercados”, com maior potencial exportador.

Sobre os desafios enfrentados, num momento em que conjuntura económica empresarial, no país, é difícil, Gonçalo Pereira Coutinho afirmou que “é preciso negociar melhor, mas as empresas também estão mais receptivas a que entre capital novo”.

No seguimento da fusão da capital de risco com a gestora de activos, a Patris Gestão de Activos passou a gerir, além o Atlas Capital, o fundo de ‘private equity’ Patris Capital Partners. Além destes, a sociedade gere ainda oito fundos mobiliários e um imobiliário, ascendendo os activos sob gestão a cerca de 500 milhões de euros.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente