Tags: EUA |

Eleições nos EUA: BiG lembra como tem sido a História nos mercados


A 58ª eleição presidencial nos EUA, marcada para dia 8 de novembro, encerra uma luta de valores grande, mas também um ainda maior confronto de personalidade e carisma, onde no centro da disputa estão Hillary Clinton e Donald Trump, candidatos do Partido Democrata e Republicano, respetivamente. 

O BiG, no seu outlook para o 4.º trimestre do ano não deixa escapar as evidências de que “as sondagens têm estreitado o diferencial entre a candidata democrata e o candidato republicano”, já que este último acabou por benefeciar de algumas notícias que punham em causa a credibilidade de Hillary. 

Ciclo democrata vs republicano

Por esta altura uma coisa é certa: tanto o mercado como as próprias casas de apostas atribuem uma maior probabilidade de vitória à candidata democrata.

No 4.º trimestre de anos eleitorais (em que o sufrágio decorre), “a evolução dos mercados norte-americanos apresenta-se em média positiva”, reflete o BiG no seu outlook para o período.

Captura_de_ecra__2016-10-6__a_s_17

Negando o que poderia ser óbvio à partida, o BiG lembra que “historicamente, contrariando a expectativa geral face às ideologias dos partidos, os mercados acionistas e a economia dos EUA apresentam, em média, uma evolução mais favorável em ciclos presidenciais democratas vs republicanos”.

Captura_de_ecra__2016-10-6__a_s_17

Contudo, importa sempre ter em mente que os dois últimos ciclos governativos foram peculiares, pois “ficaram marcados pela eclosão da crise financeira de 2008 (Grande Recessão) e, subsequentemente, a recuperação económica/bull market que vigora desde meados de 2009”.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido