Tags: Negócio |

Dois anos depois da criação do Novo Banco...


Faz hoje precisamente dois anos que Carlos Costa, governador do Banco de Portugal, anunciou a todo o país – e a todo o mundo – a medida de resolução do Banco Espírito Santo (BES) e a criação do Novo Banco. Para o “Novo Banco” serão transferidos os ativos e os passivos “saudáveis” da instituição, bem como “os colaboradores e os recursos materiais”, referiu o responsável pela banca nacional no final do dia 4 de agosto de 2014, completando que “para os depositantes e clientes de crédito, o “Novo Banco” está capitalizado e é merecedor de confiança”.

Dois anos volvidos o mercado nacional alterou-se, e nesse período também os mercados internacionais condicionaram, e de que maneira, as rendibilidades dos produtos. Mais recentemente foi o referendo no Reino Unido o maior factor de instabilidade nos mercados.

No período em questão – entre 4 de agosto de 2014 e 31 de julho de 2016 – existem alguns produtos que conseguem ter uma rendibilidade superior a 10%. O grande destaque vai para o BPI Metais Preciosos que lidera a lista – sendo também o fundo mais rentável nos primeiros sete meses de 2016. Gerido pela BPI Gestão de Activos, o fundo atinge uma rendibilidade anualizada de 16,05%.

Com 15,13% de ganhos anualizados surge, logo de seguida, o produto Caixagest Infraestruturas. Gerido pela Caixagest, o fundo destaca-se por ostentar dois selos Funds People: o de Consistente e ainda o de Blockbuster. O fundo oferece aos seus participantes o acesso a uma carteira diversificada de ativos expostos ao sector de infraestruturas europeu e internacional. Numa entrevista à revista número 7 da Funds People, da equipa da Caixagest lembravam que “elemento mais importante em todo o processo de investimento é o nível de conhecimento e a reputação dos gestores dos fundos em que investem”, já que este se trata de um produto que investe noutros fundos de investimento.

EUA dizem “presente”

Também da Caixagest vem o terceiro produto mais rentável no período em causa. Trata-se do Caixagest Acções EUA, que tal como o nome indica, investe no mercado norte-americano. A sua rendibilidade anualizada, no período em análise, foi de 13,48% e no final de junho geria mais de 86 milhões de euros. Em termos de alocação da carteira, o maior investimento é realizado na cotada UnitedHealth que está ligada ao sector da saúde, seguido da Home Depot e da McDonald’s. Estas posições refletem a carteira no final de junho passado.

Logo depois surgem mais produtos que investem no mercado norte-americano. Com ganhos anualizados de 12,14% vem o Santander Acções América da Santander Asset Management, sendo seguido do BPI América D e ainda do IMGA Acções América. O primeiro, da BPI Gestão de Activos com ganhos de 11,31%; e o segundo gerido por IM Gestão de Ativos com uma valorização de 10,99%.

Os fundos que se destacam desde da criação do Novo Banco

Melhores depois do NovoBanco

Fonte: * Morningstar entre 4 de agosto de 2014 e 31 de julho de 2016

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido