Diversificação presente nos fundos estrangeiros mais vendidos em Setembro


A direcção de investimento do Banco Best salienta “a manutenção de um perfil mais conservador na selecção de investimentos, com apenas um fundo de acções”, o Allianz Europe Equity Growth. O Best chama a atenção para este fundo por ter verificado que, durante o mês de Setembro, "alguns investidores estavam mais positivos no desempenho das empresas europeias, tendo em conta a sua atractividade em termos de preço/cotação", quando comparadas com outros mercados. “Temos, pela primeira vez neste ‘top’, um fundo com distribuição de rendimentos mensais” – o Fidelity Funds - Global High Grade Income E-MDIST-EUR – que é um fundo que procura empresas sólidas e com emissões de dívida com boa yield para poder distribuir aos seus investidores, de forma mensal, um rendimento extra. Embora a cotação do fundo apresente variações semelhantes a outros fundos de obrigações, a Fidelity procura manter uma estabilidade no dividendo ou rendimento que distribui mensalmente.


A PIMCO aparece no ‘top ten’ do Best com cinco fundos e a liderar este ranking. “Para além do mais conhecido Total Return (segundo mais vendido) gerido por Bill Gross, temos assistido ao aumento da procura por outras estratégias da mesma casa de gestão", refere o banco. Este mês o fundo mais subscrito foi o Global Bond (primeiro no ‘top ten’), que "é um fundo bastante flexível que pode investir globalmente em todo o tipo de dívida, mantendo um perfil de risco algo conservador". O Real Return (terceiro fundo mais subscrito) é um fundo ‘inflation linked’, que "oferece alguma protecção em cenários de maior inflação”, explica a direcção de investimento do Best. Da Pimco existem ainda o “Investment Grade Credit, que procura dívida de empresas de elevado ‘rating’ de crédito, e o Diversified Income, que "apresenta uma estratégia “todo o terreno”, também global e diversificada, mas com um perfil de risco mais elevado quando comparado com os Total Return e Global Bond”, acrescenta Banco Best.

Rui Broega, director da gestão de activos do Banco BiG, destaca a substituição de algumas posições em acções por fundos de dívida corporativa. "Trata-se de um posicionamento de ‘profit taking’ e redução de risco nas carteiras, no seguimento de um ‘rally’ forte nas acções, que não está sustentado por um ‘newsflow’ que evidencie uma melhoria clara das principais variáveis macroeconómicas”. Os três fundos estrangeiros mais vendidos neste “supermercado” são o Pioneer Funds Global Aggregate Bond, um fundo que pretende alcançar uma revalorização do capital e rendimentos a médio-longo prazo, investindo numa carteira diversificada de instrumentos de dívida. No final de Agosto, de acordo com a Pioneer Investments, a exposição a dívida pública ascendia a 64,1%. Este fundo tem um retorno a um ano de 14,3%. O segundo fundo mais subscrito foi o Threadneedle Global Eq Inc Retl EUR Acc. Este fundo apresenta uma carteira com 97,4% investidos em acções globais, com um grande peso dos EUA (29,69%). Atingiu uma rendibilidade de 27,88%, no último ano. Segue-se, no ‘top ten’ BNY Mellon Global Opportunities Fund, um outro fundo de acções globais, grande capitalização, estilo misto com 27,33% de rendibilidade no último ano.

No ActivoBank, o 'top ten' de fundos mais subscritos não sofreu quaisquer alterações em relação a Agosto, sendo o PICTET Emerging Markets Index, o primeiro fundo mais vendido. Este fundo de acções de mercados emergentes apresentou no último ano uma rendibilidade de 25,45%. Em segundo lugar surge o JPM F Europe High Yield Bond D um fundo de obrigações europeias de alto rendimento, que alcançou uma rendibilidade de 25,65% no último ano. O terceiro fundo mais subscrito no ActivoBank, em Setembro, é um nome já conhecido nos dez mais vendidos pelos três 'supermercados de fundos' portugueses, o PIMCO GIS Total Return Bond. Na  lista dos fundos estrangeiros mais vendidos no ActivoBank permanencem alguns fundos que investem sectorialmente em biotecnologia ou energia.
 

TOP TEN DOS FUNDOS ESTRANGEIROS MAIS VENDIDOS

 

ACTIVOBANK

BANCO BiG

BANCO BEST

1

Pictet-Emerging Markets Index (R) Usd

Pioneer Funds Global Aggregate Bond

Pimco Global Bond E Acc Eur (Hdg)

2

JPM F Europe High Yield Bond D

Threadneedle CIF Glb Equity Income Retail (Eur)

Pimco Total Return Bond E Acc Eur (Hdg)

3

Pimco Gis Total Return Bond (Acc) E

BNY Mellon Global Opportunities Fund

Pimco Global Real Return E Acc Eur (Hdg)

4

MSS US Dollar Liquidity B

Fidelity Funds - Global Opportunities

Pimco Global Investment Grade Credit E Acc Eur (Hdg)

5

UBS (Lux) Ef Biotech (USD) P Acc

Pioneer Funds U.S. Fundamental Growth

Fidelity Funds - Global High Grade Income E-Mdist-Eur

6

BNY Mellon Brazil Equtiy Fund A

Pictet Sovereign St Money Market USD

Nordea-1 Polish Bond Fund E

7

UBS (Lux) Sf Growth (Eur) N Acc

JP Morgan Global Bond

JPM Global Corporate Bond Fund D (Acc) - Eur (Hedged)

8

BNY Mellon Emerging Markets Debt Fund A

ING IM - Sustainable Equity

Allianz Europe Equity Growth Ct Eur

9

UBS (Lux) Bf Cad P Acc

Fidelity F - European High Yield Fund E

Nordea-1 Swedish Bond Fund E Eur

10

Invesco Energy Fund E

Blackrock Global High Yield Bond Fund

Pimco Diversified Income E Eur Hedged Acc

 

Empresas

Notícias relacionadas