Tags: Alternativos |

Dezembro no mercado de fundos imobiliários nacional e a evolução face a 2018


Os dados divulgados pela CMVM relativamente ao mercado de fundos mobiliários no fecho de 2019 mostram que o valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), dos fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e dos fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) atingiu 10.511,3 milhões de euros, menos 399,6 milhões (3,7%) do que em novembro, mas apenas menos 123,7 milhões de euros (1,2%) do que em dezembro de 2018. No universo dos fundos abertos, a variação foi positiva no mês de dezembro (+0,6%), fechando o ano nos 3.894,6 milhões de euros. Face ao final de 2018, os fundos abertos nacionais viram o valor sob gestão recuar 2,5%, ou 100 milhões de euros. 

Captura_de_ecra__2020-01-21__a_s_15
A Interfundos (12,9%), a Square AM (11,3%) e a Norfin (9,6%) fecharam 2019 com as quotas de mercado mais elevadas, num exercício em que se protagonizou a ascensão da Square AM ao segundo lugar do ranking das maiores gestoras de fundos imobiliários, posição essa que foi consolidada em dezembro com um ganho de quota de mercado de 0,51%, para os 11,3%. 

Captura_de_ecra__2020-01-21__a_s_15

Em dezembro foi constituída a sociedade de investimento imobiliário Roots and Cliffs – SICAFI, gerida pela LYNX. No mesmo mês foram liquidados o fundo especial de investimento imobiliário fechado Imoprojecto, gerido pela Selecta, e o fundo de investimento imobiliário Vision Escritórios, gerido pela Norfin. Ainda em dezembro houve a transferência de gestão do fundo especial de investimento imobiliário Lucasfin – Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado, da Norfin para a GEF.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente