Tags: Alternativos |

Dez maiores entidades imobiliárias gerem quase 80% do total do mercado


O segmento imobiliário tem vindo a destacar-se, pela negativa, ao longo dos últimos tempos, no que diz respeito aos seus ativos sob gestão. De acordo com a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – os produtos que fazem parte deste segmento e cujas sociedades gestoras são associadas na APFIPP tinham, no final do mês de março, um valor de carteira de 9.865,2 milhões de euros, menos 1,2% do total registado no final do mês de fevereiro.

As dez maiores gestoras de fundos imobiliários representavam, no final do primeiro trimestre, quase 80% do mercado nacional, mas apenas referente às entidades que são associadas na APFIPP e que representam, 89,3% do total nacional.

Apesar da descida contínua nos últimos meses, existem três entidades que conseguem ter mais de mil milhões de euros de valor em carteira.

A maior gestora de fundos imobiliários em Portugal, e que está associada na APFIPP, é a Interfundos. No final do primeiro trimestre do ano o seu valor em carteira era de 1.351,2 milhões de euros que estavam distribuídos por 40 fundos de investimento. O maior fundo da entidade era o AF Portfólio Imobiliário que tinha na data em análise mais de 243 milhões de euros, tratando-se de um fundo imobiliário aberto de acumulação, ou seja, não distribui rendimentos, reinvestindo automaticamente os rendimentos gerados.

A GNB Gestão de Ativos é a segunda entidade do segmento que mais valor tem “em mãos”. No total são quase 1.239 milhões de euros distribuídos por 32 fundos com o maior fundo da gestora a ser o NB Património com mais de 243 milhões de euros. Contrariamente ao maior fundo da maior entidade, este produto é um fundo imobiliário aberto de rendimento, ou seja, distribui rendimentos aos seus participantes de forma periódica.

A outra entidade com mais de mil milhões de euros em valor de carteira é a Fundger. No final de março os seus 27 produtos totalizavam mais de 1.194 milhões de euros. Esta gestora tem o maior fundo nacional: trata-se do Fundimo que no final de março geria mais de 573 milhões de euros.

10 maiores com grande quota de mercado

As três maiores entidades, com valores superiores a mil milhões de euros, representavam 38% do mercado. Já se a análise for realizada para as dez maiores gestoras imobiliárias associadas na APFIPP, verificamos que a presença sobe para mais de 77%, com destaque para quatro entidades que superam os 500 milhões de euros: a Square Asset Management (827 milhões), a Banif Gestão de Activos (560 milhões), a Montepio Valor (546 milhões) e ainda a Gesfimo (521 milhões de euros).

Quota de mercado das maiores entidades

Quota_Imob_Marco2016

Fonte: APFIPP no final de março

Empresas

O Mais Lido