De onde vêm as receitas das empresas em que investem os fundos de ações ibéricas?


Por definição, os fundos nacionais de ações que investem em Portugal e Espanha têm a sua exposição geográfica concentrada nesses respetivos países. Contudo, quando se olha para essa mesma exposição geográfica, mas em termos da região ou país de origem das receitas das empresas essa exposição mostra-se bastante mais diversificada. Embora a Zona Euro seja a zona predominante das receitas geradas pelas empresas que estão dentro dos portefólios, existem outras regiões geográficas que sobressaem.

Nada muito inesperado, já que numa economia globalizada muitas empresas ibéricas olham para lá das respetivas fronteiras para o desenvolvimento do seu negócio. Isso fica visível na compilação de dados de "revenue exposure" dos fundos do universo referido, com dados da Morningstar Direct do final de fevereiro.

Revenue exposure dos fundos nacionais de ações que investem em Portugal e Espanha

revenuexpok

Fonte: Morningstar Direct, fevereiro

Repare-se por exemplo o Caixagest Ações Portugal Espanha, que chega a ter 14,64% de receitas geradas na América Latina pelas companhias que constituem o fundo. Para além da Europa emergente e da Zona Euro, esta é mesmo a região que mais se destaca ao nível da revenue exposure do conjunto de fundos em análise.  Destaque também para o BPI Ibéria ou o IMGA Iberia Equities ESG, que acabam por ter 13,75% e 12,98% de receitas geradas pelas empresas em carteira vindas desta região.

 

caixagestacoesptees

bpi_iberia

IMGA_iberiaeqtesg

Os Estados Unidos são outro ponto geográfico com algum peso na exposição ao nível das receitas. Veja-se o exemplo de quatro produtos – o BPI Ibéria, o Caixagest Ações Portugal Espanha, o IMGA Iberia Equities ESG e o Montepio Capital – que chegam a ter mais de 10% das receitas geradas pelas empresas que os constituem a proceder deste gigante económico.

Também o Reino Unido chega a ser um contribuidor com alguma expressão ao nível das receitas geradas. Refira-se os fundos BPI Ibéria, IMGA Iberia Equities e Montepio Capital, que cujas carteiras têm mais de 5% de receitas geradas por companhias com assento no país.

imgaacoespt

nbportugal_a_oes

santanderacoesportugal

satanderppa

Notícias relacionadas

O Mais Lido