Tags: Negócio |

Credit Suisse Asset Management volta a entrar no negócio dos ETF


Credit Suisse Asset Management volta ao negócio dos ETF. Após vender em 2013 no seu braço de ETF, a iShares (BlackRock), agora lança de novo estes veículos para complementar a sua gama de indexados. Segundo explicam no comunicado, o movimento responde a crescente procura de produtos líquidos negociáveis no mercado impulsionado pela digitalização. “Estes novos ETF vão ser implantados nas áreas onde se tornam mais eficientes que os fundos indexados”, afirmam. Os três primeiros ETF negoceiam na SIX Swiss Echange, na Borsa Italiana e na Deutsche Börse.

Na primeira fase, três fundos indexados existentes vão passar a tornar-se em ETF ultraeficientes. Estarão constituídos sob o direito irlandês e negoceiam na SIX Swiss Exchange, a Borsa Italiana e a Deutsche Börse.

Michel Degen, responsável do Credit Suisse AM para a Suíça e a região EMEA, considera que a entrada seletiva no negócio dos ETF constitui um passo lógico: “Analisamos permanentemente o mercado, as novas tendências e as necessidades dos clientes para lhe proporcionar soluções adequadas. A importância estratégica dos ETF crescerá ainda mais no futuro à medida que as plataformas de venda digital ganhem mais relevância”.

“Desde 1994 que replicamos índices com absoluta precisão para uma ampla variedade de classes de ativos, regiões e divisas, e há mais de dois anos que começámos a fazer o mesmo com os índices de sustentabilidade ESG. O nosso negócio principal, os fundos indexados, proporciona-nos a massa crítica, a tecnologia e a experiência necessárias para oferecer ETF em segmentos de investimento específicos que são o complemento perfeito da nossa oferta atual”, afirma Valerio Schmitz-Esser, responsável de Credit Suisse Asset Management Indez Solutions.

Empresas

Notícias relacionadas

Anterior 1 2 Siguiente

O Mais Lido