Tags: Obrigações | Ações |

Cotadas portuguesas reúnem em Nova Iorque com uma centena de investidores


Na quarta edição do ‘Portuguese Day’ na bolsa de Nova Iorque, que termina hoje, cerca de uma centena de investidores marcou mais de 200 reuniões com os representantes das 17 cotadas portuguesas. Entre os assuntos ‘em cima da mesa’ constam, entre outros, “ a estratégia das empresas, situação da economia portuguesa, perspectivas de financiamento de Portugal junto dos mercados internacionais e do andamento do programa de ajustamento financeiro”, como é referido em comunicado pela bolsa portuguesa.

Além das reuniões entre cotadas e investidores, ontem, no primeiro dia do evento, o secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, Carlos Moedas, e o presidente do IGCP, João Moreira Rato, participaram numa mesa redonda na qual estiveram presentes mais de 40 investidores seniores das principais casas de investimento.

O presidente da NYSE Euronext Lisbon, Luís Laginha de Sousa, considerou que os desafios com que Portugal está confrontado “só serão ultrapassados com o reforço da capacidade de mobilizar a confiança e o interesse dos investidores estrangeiros” e, no âmbito do ‘Portuguese Day’, salientou “o interesse suscitado por Portugal e pelas empresas cotadas, junto de um leque alargado e relevante, de investidores institucionais”.

De referir que o número de reuniões agendadas este ano representam um recorde face às marcadas nas três edições anteriores deste evento.

O ‘Portuguese Day’, destacou o CEO da Caixa BI, Jorge Cardoso, “surge num momento especialmente relevante na relação que os investidores internacionais mantêm com Portugal e com os activos portugueses”, considerando que este evento é “uma oportunidade fundamental para impactar positivamente uma das comunidades de investidores mais relevantes”.

No ‘Portuguese Day’ de 2012, organizado pela bolsa portuguesa e pela Caixa BI, participam 17 empresas que representam 80% da capitalização bolsista do PSI 20.

Notícias relacionadas

O Mais Lido