Tags: Emergentes | Latam |

Contexto doméstico e internacional beneficia captações de dívida


O volume emitido em debêntures, em Setembro, atingiu 15 mil milhões de reais, o mais alto de 2012, enquanto que em Outubro as captações somaram 10,9 mil milhões de reais, valor superior à média mensal de 2012, de 5,8 mil milhões de reais.

Os fluxos deste período reforçaram o perfil de entradas observado em todo o ano de 2012, onde as emissões obrigacionistas somam um total de 96,5 mil milhões de reais, sendo que 71,2% deste montante foram captados com debêntures. Segundo o boletim de Novembro da ANBIMA, “este perfil manter-se-à até ao final do ano, já que a previsão das taxas de juro é que permaneçam em patamares reduzidos” o que continua a impulsionar as empresas a refinanciar o seu passivo.

As emissões visam tanto o investidor local como estrangeiro, tendo, em Outubro, as captações externas em obrigações somado 7,1 mil milhões de dólares. Assim, nestes dois meses, houve 11,8 mil milhões de dólares em entradas, sendo que 55,7% foram realizadas por empresas. Na média, as emissões do período tiveram prazo de 9,9 anos e uma 'yield' de 5,6% a.a. 

O Mais Lido