Tags: Gestores |

“Conjuntura reflecte necessidade de harmonização política e fiscal na UE”


O futuro da Zona Euro depende de um entendimento político e económico entre os principais intervenientes, refere Francisco Oliveira, salientando que, a “conjuntura actual, que se reflecte e percepciona através de uma instabilidade económica, é também fruto de uma necessidade de harmonização politica e fiscal dentro da UE”.

Para o gestor do Barclays, é “através deste entendimento e capacidade de transposição das medidas politicas e económicas para as diversas economias da Zona Euro, bem como da capacidade de cumprimento e rapidez de execução das medidas estipuladas, que a zona euro atingirá os seus objectivos”.

Neste âmbito destaca o papel do Banco Central Europeu (BCE), que considera “de extrema importância, não só como instituição de controlo das medidas”, mas também “como órgão interveniente no mercado financeiro, através da implementação das medidas de estabilidade e mecanismos financeiros de estimulo económico que tão bem temos tido conhecimento ao longo dos dois últimos anos”.

O Mais Lido